Óleo e Gás

Petrobras assina contrato no Terminal de GNL da Bahia

gnl

A Petrobras fechou contrato com a Excelerate Energy Comercializadora de Gás Natural Ltda. (Excelerate) para o arrendamento do Terminal Bahia de Regaseificação de GNL da Bahia (TR-BA) e instalações associadas, no valor de $ 18,8 milhões com vigência até dezembro de 2023. Foram necessárias várias rodadas de licitações para a Petrobras encontrar um candidato adequado para a TR – Locação de BA.

A última rodada de leasing TR-BA foi lançada em fevereiro, depois que o único licitante na tentativa anterior, Golar Power, foi desqualificado por ser de alto risco, de acordo com a Petrobras. Em junho, a estatal brasileira de petróleo desclassificou o eventual vencedor Excelerate por não cumprir as regras da licitação, mas não deu detalhes sobre quais regras foram violadas. Em agosto, a Excelerate informou que avançou no projeto de locação por meio de negociações adicionais com a Petrobras.

A iniciativa do TR-BA é vista como um passo importante no processo de abertura e aumento da competitividade do segmento de gás natural no Brasil e está prevista no Termo de Compromisso de Cessação firmado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica para construção de um ambiente favorável para a entrada de novos investidores no setor.

Com o apoio da Petrobras, a Excelerate busca a transferência das licenças e autorizações necessárias para a operação de um novo navio regaseificador no TR-BA. Assim que a nova empresa puder operar, a Petrobras irá deslocar seu navio regaseificador que está em TR-BA para o Terminal de Regaseificação de GNL de Pecém, no Ceará. A Excelerate disse anteriormente que implantaria uma de suas unidades flutuantes de armazenamento e regaseificação existentes para serviço no terminal da Bahia.

A capacidade do terminal permite a regaseificação de até 700 MMcf / D e inclui uma adutora de 45 km com ligações a dois pontos de entrega na cidade de Salvador.

Voltar ao Topo