Petróleo

Petrobras coloca outra pequena refinaria e 26 campos de petróleo no bloco

Petrobras do Brasil iniciou o processo de venda de um grupo de 26 campos de petróleo em terra e águas rasas e uma pequena refinaria próxima no nordeste do país, enquanto a estatal segue em frente com seu ambicioso programa de desinvestimentos.

Em um depósito de valores mobiliários, a Petróleo Brasileiro SA, como a empresa é formalmente conhecida, disse ter iniciado a fase de teaser para a venda dos campos de petróleo e da refinaria Clara Camarao, no estado do Rio Grande do Norte. Os campos de petróleo, conhecidos coletivamente como Polo Potiguar, produziram cerca de 23 mil barris por dia (bpd) de petróleo em 2020 e 124 mil metros cúbicos por dia de gás, enquanto a refinaria tem capacidade instalada de 39.600 bpd, informou a empresa.

A Petrobras está há anos em uma campanha para vender dezenas de bilhões de dólares em ativos não essenciais em uma tentativa de reduzir sua pesada dívida e aumentar seu foco na produção de petróleo em águas profundas.

Clara Camarão soma-se à lista de oito refinarias que a Petrobras colocou à venda: RNEST, REPAR, RLAM, REFAP, REGAP, REMAN , LUBNOR e SIX. Esse grupo responde por metade da capacidade de refino do Brasil, ou 1,1 milhão de bpd.

Após a queda nos preços do petróleo bruto no início deste ano, a empresa anunciou que estava permanentemente ociosa em seus campos de águas rasas, que tendem a ter custos de extração relativamente altos.

Durante a fase de teaser, a Petrobras disponibiliza algumas informações sobre os ativos e os critérios de elegibilidade dos licitantes.

A refinaria Clara Camarao atende o mercado regional e seus principais produtos são diesel, gasolina e querosene de aviação, informou a Petrobras.

Voltar ao Topo