Óleo e Gás

Petrobras bate recorde em cargas de GNL entre navios

gnl petrobras

A Petrobras, empresa brasileira de petróleo, anunciou no dia 4 de novembro que atingiu um número recorde de transbordos de cargas de gás natural liquefeito (GNL) entre navios em seus terminais de regaseificação. O número, 104, é o total do ano. A expectativa da empresa é chegar a 120 transbordos Ship-to-Ship (STS) até o final de 2021. Segundo a Petrobras, o volume ultrapassa 103 de 2014, ano de maior volume até agora, e reflete o crescimento das importações de GNL pelo empresa este ano.

O produto geralmente é expedido do país de origem na forma líquida. Para ser utilizado no Brasil, ele é regaseificado, transformado de volta em gás, o que pode ser feito no transbordo para outro navio por meio de terminais de regaseificação. De acordo com a Petrobras, desde 2009, quando foi inaugurado o primeiro terminal de GNL no Brasil, foram realizadas 716 operações de transbordo de STS.

“O recorde é resultado de um conjunto de iniciativas adotadas pela Petrobras para ampliar a oferta de gás natural, garantindo o cumprimento de seus compromissos no atual cenário de crise hídrica nacional. E isso só foi possível devido ao esforço da equipe de gestão do terminal em manter a integridade e disponibilidade dos ativos da empresa, bem como das equipes de programação e comercial para aquisição de cargas de GNL no mercado, garantindo a disponibilidade ”, informou a Petrobras a respeito o recorde este ano.

Voltar ao Topo