Petróleo

Os fundos de hedge saltam para a Petrobras

No mês passado, a estatal petrolífera estatal brasileira Petroleo Brasileiro SA (coloquialmente conhecida como Petrobras) ganhou as manchetes quando colocou os investidores na borda quando a empresa anunciou uma decisão controversa de retroceder um aumento de preço planejado anteriormente para o óleo diesel. 

Poucos dias depois, no que foi visto como um esforço para reconquistar a confiança do mercado, a Petrobras anunciou que acabaria com o aumento do preço, mas o prejuízo no valor de suas ações estava acabado. Um dos fundos de hedge de melhor desempenho do país, no entanto, viu o baixo valor das ações da companhia de petróleo como uma grande oportunidade de investimento. De fato, enquanto muitos outros investidores se esquivaram, a Petrobras se tornou a maior holding do fundo XP Long Biased.

Em meados de abril, a Petrobras cancelou abruptamente o aumento do preço do diesel, citando a preocupação com os caminhoneiros descontentes do país, que paralisaram a maior economia da América do Sul no ano passado quando protestaram contra os altos preços do diesel, resultando em “ 10 dias de caos”. E a renúncia forçada do impopular presidente da Petrobras, Pedro Parente. 

A greve ocorreu em meio a protestos do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que assumiu publicamente o lado dos caminhoneiros brasileiros que pediam “preços justos”. A greve mais recente ecoa as preocupações dos protestos do ano passado , também.

Apesar de a campanha de campanha do presidente Bolsonaro prometer acompanhar as “políticas econômicas ortodoxas”, os primeiros 100 dias do presidente ex-presidente de extrema direita indicaram uma realidade diferente na qual as “facções mais populistas em seu governo podem ter uma vantagem sobre o governo”. vozes de livre mercado ”. 
Na sequência da decisão da Petrobras de cancelar os aumentos do preço do diesel, as ações preferenciais da Petrobras tiveram sua maior queda em quase 8%. Outros comentários em defesa da decisão da Petrobras feita por Bolsonaro enviaram ações ainda mais baixas. “Eu não sou economista. Eu já disse que não entendia a economia. Quem entendeu a economia afundou o Brasil, né? ”, Disse Bolsonaro para um grupo de jornalistas em Macapá. Ele continuou: “Eu também estou preocupado com o transporte de carga no Brasil, sobre os caminhoneiros.
Voltar ao Topo