Notícias

Variante Omicron detectada no Brasil, Japão e outros países

omicron

Nigéria, Arábia Saudita e Coreia do Sul tornaram-se na quarta-feira os últimos países a relatar casos da variante Omicron do COVID-19. Eles seguiram anúncios semelhantes feitos no Brasil e no Japão na terça-feira.

Por que é importante: a chegada da “variante da preocupação” em mais países ressalta as dificuldades que os governos enfrentam na tentativa de reabrir economias paralisadas por quase dois anos de restrições pandêmicas na era das viagens aéreas globais .

O panorama geral: desde que a variante foi identificada por cientistas na África do Sul no início deste mês, casos de Omicron foram confirmados na Europa, Canadá, Israel, Hong Kong e Austrália . Os EUA estavam entre vários países a impor restrições de viagem aos países da África Austral em resposta.

Cientistas holandeses confirmaram na terça-feira que a variante estava circulando na Holanda antes de ser descoberta na África do Sul.
Autoridades nigerianas disseram na quarta-feira que detectaram a variante em uma amostra coletada em outubro – semanas antes da primeira ocorrência conhecida da variante, por AP . É o primeiro caso conhecido na África Ocidental, observou a AP.
O que está acontecendo: o Ministério da Saúde da Arábia Saudita relatou na quarta-feira seu primeiro caso Omicron, de acordo com a Agência de Imprensa Saudita, estatal do reino . O caso envolvia um “cidadão que voltava de um país do Norte da África”, relatou a SPA.

Autoridades sul-coreanas relataram os primeiros cinco casos conhecidos da variante Omicron no país, de acordo com a Reuters .
Autoridades de saúde no Brasil relataram na terça-feira dois resultados de testes positivos para Omicron, confirmando os primeiros casos da variante na América Latina, de acordo com a Reuters .
As autoridades japonesas relataram o primeiro caso Omicron do país na terça-feira, informou o Japan Times . Ele relatou um segundo caso na quarta-feira, por AP .

Voltar ao Topo