Economia

O que a Dataprev analisa no auxílio emergencial?

O auxílio emergencial tem tirado muitos brasileiros do sufoco no meio dessa crise gerada por conta do coronavírus. Contudo, apesar de ter beneficiado milhões de cidadãos, existem muitos pedidos que ainda seguem em análise.

A Dataprev, empresa pública encarregada de analisar os pedidos do auxílio, explicou que são inúmeros fatores que influenciam na aprovação ou não do valor de R$600,00. E por conta disso é que alguns casos demoram mais do que outros. Mas o que é analisado para aprovação do auxílio emergencial?

O processo de aprovação do auxílio emergencial para desempregados e trabalhadores autônomos leva em conta muitas variáveis.

Para ser beneficiado, é preciso se cadastrar no sistema da Caixa Econômica Federal, aguardar que o envio dos dados à Dataprev sejam cruzados. Por fim, saberá se pode receber ou não a aprovação do auxílio.

Segundo a empresa responsável, os dados recebidos são cruzados com mais de 33 milhões de registros feitos no Cadastro Nacional de Informações Sociais. A liberação do auxílio envolve não só o cruzamento desses dados, como também o cumprimento das exigências estabelecidas que dão acesso ao recebimento.

O que determinará a exclusão ou aprovação do benefício é:

Idade: menores de 18 anos não têm direito ao auxílio;
Os inscritos não podem ter emprego formal ativo com carteira assinada e nem podem ter recebido remuneração nos últimos três meses;
Não são aprovados aqueles que recebem benefícios pagos pelo INSS, como aposentadoria ou pensão;
O benefício também é negado a quem recebe seguro-desemprego ou programa de transferência de renda federal (salvos os recebedores do Bolsa Família);
É preciso ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar mensal de até três salários mínimos;
Também será negado a quem, em 2018, recebeu rendimento tributável acima de R$28.559,70;
O solicitante deve ser trabalhador informal, seja empregado, desempregado ou autônomo.

Outras exigências que influenciam na aprovação do auxílio emergencial é, por exemplo, que apenas dois trabalhadores podem ser contemplados por família. Essa regra é válida aos que estão no Cadastro Único ou que recebem Bolsa Família.

Por outro lado, os trabalhadores que optarem por realizar a solicitação por meio do site ou aplicativo da Caixa Econômica Federal e seus familiares devem ter o CPF em estado regular.

Além disso, se o CPF do cidadão foi atualizado ou regularizado, deve-se se esperar ao menos por três dias para tentar novamente fazer a solicitação do auxílio no site ou aplicativo da Caixa.

Outro fator primordial, é o preenchimento dos dados corretamente. Se o trabalhador preencher as informações de forma incorreta, não será possível fazer a correção. Os dados só podem ser alterados depois que a solicitação for analisada.

Os principais erros registrados durante a solicitação são:

Não inserção da informação de sexo;
Identificação como chefe de família sem indicação de nenhum membro;
Erro ao preencher dados da família, como CPF e data de Nascimento;
Cadastro por mais de duas pessoas por família;
Mais de uma pessoa da família realizou o cadastro e houve divergência nos dados entre eles;
Inclusão de alguma pessoa com indicativo de óbito;

Se, mesmo os dados estando todos corretos, ainda houve negação na solicitação do auxílio emergencial, é possível fazer a contestação. Essa podendo ser feita diretamente no site da Caixa ou no da Dataprev.

Auxílio Emergencial DATAPREV e o calendário das parcelas de R$ 300

Criado pelo Governo Federal, o auxilio emergencial da DATAPREV tem finalidade de ajudar financeiramente os cidadãos que estão desempregados ou são autônomos ou microempreendedores individuais (MEI). Com a finalidade de diminuir os impactos econômicos devido a pandemia mundial do Covid-19.

O benefício foi implantado em março de 2020, pela Lei N° 13.982/2020, que garantia três parcelas de R$ 600,00 para os aprovados, em maio o benefício foi prorrogado em mais duas parcelas. E em setembro de 2020 foi aprovado mais quatro parcelas de R$ 300,00.

Os cidadãos brasileiros puderam se inscrever, no benefício, de abril de 2020 até 02 de julho de 2020 pelo aplicativo Auxilio Emergencial do Governo Federal e os aprovados receberam as parcelas por meio do aplicativo Caixa Tem.

O que é o Caixa Tem?

Com finalidade de facilitar o acesso aos benefícios sociais e diminuir as aglomerações nos bancos, o Caixa Tem é o novo aplicativo da Caixa Econômica Federal. Ele é exclusivo para recebimento dos benefícios de Auxilio Emergencial, FGTS, Seguro-Desemprego, Bolsa Família e Abono Salarial do Pis. Ele é gratuito e pode ser encontrado para download na Play Store, Apple Store e no site http://www.caixa.gov.br/.

Entenda sobre as quatro parcelas extras do auxilio emergencial DATAPREV

Pulicado em 3 de setembro de 2020, a medida provisória que prorrogou mais uma vez o auxilio emergencial, garante mais quatro parcelas de R$ 300,00. Atenção, os critérios para receber essas parcelas mudaram, veja o que o que mudou:

– Presidiarios em regime fechado não vão poder receber essas parcelas.
– Brasileiros que vivem no exterior, também estão impedidos de receber essas novas parcelas.
– Beneficiários que conseguiram um emprego em regime CLT e estão trabalhando no momento, também não terão direito a essas parcelas.

OBS: Ainda não saiu as datas de crédito dessas parcelas, mas o Presidente, Jair Bolsonaro, afirma que serão pagas até dezembro de 2020.

Veja o calendário das parcelas confirmadas a receber

Todos vão receber 5 parcelas de 600,00 reais, que serão depositadas de acordo com o mês de aniversário, independente do grupo que foi aprovado.
Grupo 1 – Receberam a primeira parcela em abril, ainda falta receber a 5° parcela.
Grupo 2 – Receberam a primeira parcela em maio, ainda faltam receber a 4° e 5° parcela.
Grupo 3 – Receberam a primeira parcela em Junho, ainda faltam receber
3°, 4° e a 5° parcela.
Grupo 4 – Solicitaram o auxilio entre 17 de junho e 04 julho de 2020, ainda faltam receber 2°, 3°, 4° e a 5° parcela.

MÊS DE ANIVERSÁRIO CRÉDITO EM POUPANÇA SOCIAL DIGITAL
SAQUE EM DINHEIRO

JANEIRO 1° Parcela – 22/07/2020
2° Parcela – 28/08/2020
3° Parcela – 09/10/2020
4° e 5° Parcela – 16/11/2020 1° Parcela – 25/07/2020
2° Parcela – 19/09/2020
3° Parcela – 29/10/2020
4° e 5° Parcela – 26/11/2020

FEVEREIRO 1° Parcela – 24/07/2020
2° Parcela – 02/09/2020
3° Parcela – 09/10/2020
4° e 5° Parcela – 16/11/2020 1° Parcela – 01/08/2020
2° Parcela – 22/09/2020
3° Parcela – 29/10/2020
4° e 5° Parcela – 26/11/2020

MARÇO 1° Parcela – 29/07/2020
2° Parcela – 04/09/2020
3° Parcela – 16/10/2020
4° e 5° Parcela – 18/11/2020 1° Parcela – 01/08/2020
2° Parcela – 29/09/2020
3° Parcela – 03/10/2020
4° e 5° Parcela – 01/12/2020

ABRIL 1° Parcela – 31/07/2020
2° Parcela – 09/09/2020
3° Parcela – 16/10/2020
4° e 5° Parcela – 18/11/2020 1° Parcela – 08/08/2020
2° Parcela – 01/10/2020
3° Parcela – 03/11/2020
4° e 5° Parcela – 01/12/2020

MAIO 1° Parcela – 05/08/2020
2° Parcela – 11/09/2020
3° Parcela – 23/10/2020
4° e 5° Parcela – 20/11/2020 1° Parcela – 13/08/2020
2° Parcela – 03/10/2020
3° Parcela – 10/11/2020
4° e 5° Parcela – 03/12/2020

JUNHO 1° Parcela – 07/08/2020
2° Parcela – 16/09/2020
3° Parcela – 23/10/2020
4° e 5° Parcela – 20/11/2020 1° Parcela – 22/08/2020
2° Parcela – 06/10/2020
3° Parcela – 10/11/2020
4° e 5° Parcela – 03/12/2020

JULHO 1° Parcela – 12/08/2020
2° Parcela – 18/09/2020
3° Parcela – 30/10/2020
4° e 5° Parcela – 23/11/2020 1° Parcela – 27/08/2020
2° Parcela – 08/10/2020
3° Parcela – 12/11/2020
4° e 5° Parcela – 08/12/2020

AGOSTO 1° Parcela – 14/08/2020
2° Parcela – 23/09/2020
3° Parcela – 30/10/2020
4° e 5° Parcela – 23/11/2020 1° Parcela – 01/09/2020
2° Parcela – 13/10/2020
3° Parcela – 12/11/2020
4° e 5° Parcela – 08/12/2020

SETEMBRO 1° Parcela – 17/08/2020
2° Parcela – 25/09/2020
3° Parcela – 06/11/2020
4° e 5° Parcela – 27/11/2020 1° Parcela – 05/09/2020
2° Parcela – 15/10/2020
3° Parcela – 17/11/2020
4° e 5° Parcela – 10/12/2020

OUTUBRO 1° Parcela – 19/08/2020
2° Parcela – 28/09/2020
3° Parcela – 06/11/2020
4° e 5° Parcela – 27/11/2020 1° Parcela – 12/09/2020
2° Parcela – 20/10/2020
3° Parcela – 17/11/2020
4° e 5° Parcela – 10/12/2020

NOVEMBRO 1° Parcela – 21/08/2020
2° Parcela – 28/09/2020
3° Parcela – 13/11/2020
4° e 5° Parcela – 30/11/2020 1° Parcela – 15/09/2020
2° Parcela – 22/10/2020
3° Parcela – 19/11/2020
4° e 5° Parcela – 15/12/2020

DEZEMBRO 1° Parcela – 26/08/2020
2° Parcela – 30/09/2020
3° Parcela – 13/11/2020
4° e 5° Parcela – 30/11/2020 1° Parcela – 17/09/2020
2° Parcela – 27/10/2020
3° Parcela – 19/11/2020
4° e 5° Parcela – 15/12/2020

Voltar ao Topo