Offshore

O FPSO Octopus da BW Offshore recebe outra extensão no Brasil

O período da empresa foi estendido do 3T 2020 para o 3T 2021, com opções até o 3T 2022, informou a BW Offshore no último sábado.

O contrato foi prorrogado várias vezes desde que o contrato original da empresa terminou em 2014, e essa extensão representa a sétima extensão, com o FPSO operando no campo de Polvo, na bacia de Campos, no Brasil, durante todo o período.

A sexta extensão anterior foi acordada em janeiro de 2019.

A BW Offshore está operando o FPSO Polvo no campo de Polvo operado pela Petrorio, localizado na bacia de Campos, no litoral do Brasil, a aproximadamente 100 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de cerca de 100 metros.

O campo foi desenvolvido com uma plataforma fixa, conhecida como Polvo A, e o FPSO Polvo, capaz de lidar com uma produção diária de petróleo de 90.000 barris de petróleo por dia, com uma capacidade de armazenamento de 1,6 milhão de barris.

Voltar ao Topo