Empregos

Novo porto de Maricá pode gerar mais de 3 mil vagas de emprego

Uma boa notícia faz ressurgir a esperança de quem está buscando novas oportunidades no segmento offshore. Mesmo diante da crise o setor de petróleo e gás é mais uma vez cenário de um audacioso projeto na área de portos.

O projeto será realizado na cidade de Maricá, no Rio de Janeiro, e já conta com um investimento de bilionário, restando apenas a liberação de algumas licenças para iniciar as obras de construção do novo terminal portuário, para transbordo de petróleo, cujo o nome será Terminal de Ponta Negra.

Hoje o transbordo de petróleo é realizado na Baía de Ilha Grande, porém o local é alvo de diversas reclamações por parte de ambientalistas. Com o novo terminal esse problema será resolvido.

Maricá oferece uma profundidade, podendo chegar a 30 metros, o que é considerado relevante para o a execução dos serviços. Este foi o principal motivo da cidade ter sido escolhida como sede do Ponta Negra. A desvantagem é o que o lugar exige a construção de um quebra mar, pois trata-se de uma região que apresenta mar bravio.

Para construção do quebra mar será necessário retirar pedras de morro que fica nas imediações no novo porto, desta forma o transbordo será em águas abrigadas. No local também serão construídas cavernas, parecidas com as usadas na Suécia para esconder aviões de caça, que servirão para deposito de combustível. Uma delas ficará à disposição da Marinha já que trata-se de um lugar protegido de ataques aéreos.

++ ENTRE PARA O NOSSO GRUPO DE TRABALHO

Geração de empregos

Diferentes órgãos do Estado do Rio de Janeiro, já concederam licença para construção do terminal portuário, já que na será feito em uma área que não há necessidade de preservação histórica e também não se tem interesse arqueológico, por conta disso o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), deu seu parecer favorável a construção.

De acordo com os investidores o projeto, que tem prazo de conclusão de 24 meses, vai gerar mais de 3 mil novos postos de trabalho direto. A estimativa é dada por quem fez o projeto Engenharia DTA. A empresa também é responsável por diversos projetos no mesmo segmento em todo o país e poderá ser responsável pela construção de mais este porto.

Portanto se você ainda não tem um currículo no banco de vagas da empresa, prepare um e envie para empresa. A DTA também é proprietária da praia Jaconé, onde o porto ficará instalado, portando há grandes chances dela conquistar essa empreitada.

As oportunidades serão para setor de construção civil, mas isso não descarta a possibilidade de profissionais do segmento offshore também conquistarem uma vaga nos dois anos de construção.

A dica aqui é entrar “pela porta que está aberta”, e sair da fila de desemprego que cresce a cada dia no país. O momento é favorável a conhecer pessoas novas e abrir possibilidades de formar carreira.

Pela Jaconé também passará a Rota 3 de gasoduto, que levará o gás do pré-sal de forma direta até a UPGN (Unidade Processamento de Gás Natural) do Comperj ( Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro).

A construção e seus impasses

Algumas dificuldades porém podem atrasar a entrega do Terminal Ponta Negra, uma delas é formação rochosa do local que é bastante específica, por conta disso pesquisadores querem impedir que a construção seja realizada alegando que essas pedras são especiais e registram a variação da maré em suas camadas.

Para os pesquisadores as rochas seriam objeto de estudo. A praia de Jaconé tem várias dessas pedras, conhecidas como beachrocks, tanto submersas como também na areia, formando uma paisagem encantadora.

Outros grupos que se posicionaram contra a construção do porto foi o de moradores da comunidade local e o Ministério Público. O MP conseguiu, na justiça, uma liminar impedindo que qualquer modificação seja realizada no patrimônio cultural, mesmo que seja parcial. No entanto o projeto já tem licença ambiental e a liberação do IPHAN, e a promessa é de tonar o Terminal de Ponta Negra no porto mais moderno do país.

++ SEJA NOSSO ASSINANTE E RECEBA VAGAS QUE NINGUÉM VIU

Segundo o promotor Marcus Leal, em entrevista ao jornal O Globo, desde de 2003 essa área tem recebido diversos pedidos de tombamento feito por diversos órgãos públicos.

Ainda segundo Marcus não existe nada que garanta que a construção deste porto traga algum benefício social e econômico para a região, por outro lado será um grande incremento já que a construção pode gerar mais de 3 mil vagas de emprego direto. Mesmo diante dessa possibilidade o MP

pretende reverter a licença concedida previamente pelo INEA (Instituto Estadual do Ambiente).

Conheça um pouco sobre a cidade de Maricá

O município de Maricá está localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro. Tem cerca de Km² e está divido em quatro distrito. O principal acesso à cidade é pela Rodovia Amaral Peixoto.

Maricá é bastante conhecida pelas propriedades rurais, fazendas , chácaras. Muitas ainda conservam um rico conteúdo histórico para região. Já foi rota para trem e também possui um aeroporto, tanto a ferrovia como o aeroporto estão inativos.

A cidade tem roteiros turísticos bem interessantes, possuí praias e a principal atração e a Lagoa de Maricá.

VEJA TAMBÉM

Imetame contrata Caldeireiro, Soldador,Inspetor, técnicos e outros; confira lista

Voltar ao Topo