Notícias

Mais de mil estabelecimentos já foram interditados em Salvador

A Prefeitura de Salvador, em menos de dois meses de fiscalização do cumprimento das medidas preventivas e de controle ao novo coronavírus, já interditou 1.037 estabelecimentos comerciais. Uma força-tarefa com agentes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e Vigilância Sanitária de Salvador (Visa), com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar, estão realizando as fiscalizações.

O decreto municipal prevê que todo e qualquer comércio não essencial que esteja funcionando deve ser interditado, ou seja, academias, casas de eventos, shoppings, bares, barbearias, clínicas de estética, salões de beleza e lojas com mais de 200 m² de área. Restaurantes também estão proibidos de abrirem as portas, só está liberado o serviço de delivery.

“A atuação firme da Sedur tem gerado um resultado muito positivo e os proprietários dos estabelecimentos estão se conscientizando sobre a importância de os manterem fechados. Aqueles estabelecimentos que insistirem em funcionar de forma irregular sofrerão as penalidades”, afirma o diretor de fiscalização da Sedur, Átila Brandão Júnior.

Voltar ao Topo