Notícias

Justiça no Brasil aceita denúncia de corrupção contra ex-funcionário da Sembcorp Marine

Um tribunal no Brasil aceitou uma queixa de lavagem de dinheiro e corrupção contra um ex-funcionário da Sembcorp Marine como parte da ampla investigação brasileira.

Conforme relatado anteriormente, o Ministério Público Federal (MPF) no Brasil, em fevereiro de 2020, apresentou queixas contra Guilherme Esteves de Jesus (GDJ) por lavagem de dinheiro e o ex-funcionário da Sembcorp Marine, Martin Cheah Kok Choon, por lavagem de dinheiro e corrupção em conexão com determinadas plataformas de perfuração contratos de construção contratados pelas subsidiárias da empresa com a Sete Brasil em 2012.

Em uma atualização na quinta-feira, a construtora de plataformas marítimas de Cingapura, Sembcorp Marine, disse que o Tribunal de Justiça Federal de Curitiba aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra Guilherme Esteves de Jesus e Martin Cheah Kok Choon.

Martin Cheah é o ex-presidente da Estaleiro Jurong Aracruz Ltda (EJA), subsidiária brasileira da empresa cujo emprego foi encerrado em junho de 2015.

As empresas ligadas ao GDJ foram contratadas pelas subsidiárias da empresa como consultoras, com todos esses contratos de consultoria suspensos e permanecem suspensos pela Sembcorp Marine por tempo indeterminado.

As acusações contra Martin Cheah e GDJ pelo MPF estão em suas capacidades pessoais e não contra a EJA.

Voltar ao Topo