Economia

Israel assina acordo técnico de US $ 5 milhões com o Brasil para pressionar os laços latino-americanos

Israel e Brasil assinaram um acordo para investir US $ 5 milhões em cooperação tecnológica e inovação nos próximos cinco anos.

Israel tem chegado aos países da América Latina, com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu visitando duas vezes em menos de um ano. Sua esposa, Sara, deixou o domingo para a Guatemala a convite de Patricia Morales, esposa do presidente. Ela está liderando uma delegação do Ministério das Relações Exteriores.

O memorando de entendimento entre o braço de investimentos em tecnologia do governo de Israel, a Autoridade de Inovação de Israel e a Agência Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial foi anunciado na segunda-feira.

“Este acordo é um importante primeiro passo no caminho da cooperação tecnológica, e prevemos um aumento na colaboração conjunta de tecnologia entre Israel e o Brasil nos próximos anos”, disse Aharon Aharon, CEO da Autoridade Israelense de Inovação.

O programa apoiará projetos de colaboração em larga escala envolvendo tecnologia, ciências da vida, energia e agricultura por até 24 meses, informou o site de notícias da Ctech .

“O investimento em inovação e a alocação de recursos para o desenvolvimento tecnológico são fundamentais para o crescimento econômico sustentado, aumento da produtividade e criação de valor econômico significativo”, disse Eli Cohen, ministro da Economia e Indústria de Israel.

O acordo será implantado por meio de uma joint venture a ser financiada por ambas as partes com o objetivo de melhorar a capacidade tecnológica das empresas, promover atividades no setor industrial e facilitar projetos específicos, informou a revista Exame .

As empresas israelenses terão direito a 12 meses de apoio e poderão renovar o financiamento pelo segundo ano após a revisão dos resultados do projeto.

Voltar ao Topo