Benefícios

INSS: Veja quais serão as regras da prova de vida, a partir de 30 de novembro

O INSS estendeu o período de suspensão de aposentados e aposentados até 30 de novembro, anteriormente, o prazo para o fim dessa regra era 31 de outubro, veja abaixo como essa obrigação funcionará a partir da data de término da suspensão.

O Instituto Nacional de Previdência Social (Instituto Nacional de Previdência Social) emitiu decreto no Boletim Oficial da Liga nesta quinta-feira (15), que foi prorrogado até o final de novembro para suspender os certificados de vida dos beneficiários, dessa forma, mesmo que seja hora de verificação, você não será suspenso.

O adiamento se deve à pandemia Covid-19 e às medidas de distanciamento social do Brasil para prevenir a disseminação do vírus, principalmente entre os beneficiários, que são principalmente idosos e doentes que estão incluídos no grupo de risco .

A partir de dezembro, se o beneficiário não comparecer no local onde é emitido o certificado de vida, sua moradia ou pensão podem ser suspensas, a prorrogação não invalidará as obrigações contratuais estabelecidas entre o Instituto e o Banco da Previdência.

Dessa forma, o segurado deve comparecer à agência dentro do prazo prescrito para fornecer um certificado de vida, lembre-se, este teste garante o pagamento dos benefícios e evita possíveis fraudes e pagamentos indevidos.

O instituto informou que, no caso de beneficiários residentes no exterior, deverão comprovar residência no exterior junto a representante diplomático ou consular brasileiro, ou mediante preenchimento de atestado de residência específico no INSS.

De acordo com a regulamentação do INSS, o formulário deve ser assinado por tabelião público local e devidamente traído por órgão designado por cada país, para residentes de países que assinaram a Convenção sobre a Eliminação de Requisitos de Legalização de Documentos Públicos Estrangeiros.

Agora você pode agendar agendamentos pelo app e site Meu INSS ou ligue 135.

Para os beneficiários que recebem o pagamento em conta-corrente, poupança ou cartão magnético, o atestado de vida do INSS é obrigatório e exigido uma vez por ano na agência bancária.

Voltar ao Topo