Benefícios

INSS: 1,7 milhões de beneficiários serão notificados após revisão

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai começar esta semana avisar os segurados que seus benefícios foram revistos e vai reavaliar os documentos básicos da concessão.

As notificações elegíveis notificarão 1,7 milhão de beneficiários em todo o país, portanto, é preciso estar atento aos beneficiários, pois após o recebimento da carta, eles terão 60 dias (preferencialmente via Meu INSS) para enviar os documentos solicitados.

Para enviar documentos, o beneficiário precisa ter login e senha Meu INSS (site ou aplicativo). Após acessar o sistema, você deverá solicitar o serviço “Atualização de Dados de Benefícios” e anexar cópia digitalizada dos seguintes documentos: beneficiário, advogado ou representante legal (se houver): CPF, RG, certidão de nascimento ou casamento, eleitor, emprego e O Cartão da Previdência Social-CTPS tem como objetivo comprovar a regularidade da manutenção dos benefícios.

Caso o segurado não consiga enviar documentos pelo Meu INSS, deverá providenciar o cumprimento desses requisitos no agente do INSS mais próximo de sua residência.

Para marcar um agendamento, basta discar INSS 135 e selecionar a opção “Enviar arquivo por ligação”, ressaltamos que se não houver agendamento prévio o INSS não atenderá aos requisitos.

Carta de Exigência

Caso o segurado deixe de apresentar os documentos pelo Meu INSS ou não providencie a entrega dos documentos no prazo de 60 dias, o benefício poderá ser suspenso.

Além disso, após a suspensão do uso por 30 dias, caso o beneficiário deixe de realizar os procedimentos acima, os benefícios serão congelados.

Aplicativo dos Correios

Diante do desenvolvimento da comunicação digital na pandemia, o INSS e os Correios firmaram parceria para que as cartas demandas também possam ser obtidas online no aplicativo dos Correios, serviço denominado “entrega digital”.

Essa solução amplia o escopo de cartas e comunicados enviados por segurados em visita ao INSS, as cartas em formato digital serão exibidas na seção “Minhas mensagens” do aplicativo, esta opção multicanal permite que o destinatário acesse a carta mesmo quando a carta real não pode ser enviada (como um endereço desatualizado).

Veja como acessar

Após baixar o aplicativo dos Correios em seu smartphone, é necessário um breve cadastro, para isso, basta inserir o CPF, incluir mais dados pessoais e criar uma senha, a tela principal oferece vários serviços, como “Rastreamento de objetos” e “Agente de pesquisa”, em “Minha Mensagem”, o usuário pode acessar sua caixa de comunicação digital, na qual pode verificar se o INSS o notificou se forneceu algum documento.

Esse recurso já está disponível no aplicativo dos Correios em dispositivos Android e em breve estará disponível nos sistemas IOS.

O importante é que o segurado deve usar o INSS para atualizar seus dados para receber a carta, por exemplo, se você mudou recentemente de endereço, basta atualizá-lo através do Meu INSS ou do telefone 135.

 

Exigências

A exigência é o protocolo do INSS, o que significa que a análise do pedido não pode ser concluída por falta de documentos ou informações.

Portanto, o segurado com pendências deve enviar o documento o mais rápido possível para que o INSS possa concluir a análise do pedido.

Após a revisão administrativa, também é denominada a exigência de documento que o INSS exige do segurado, desta forma, quem recebe cartas pelos correios também pode escolher “Meu INSS”.

Voltar ao Topo