Economia

Incêndios em canaviais podem impactar na próxima safra açucareira no Brasil, diz grupo

etanol

Uma série de incêndios atingindo campos de cana-de-açúcar na região centro-sul do Brasil não deve mudar as perspectivas para a produção de açúcar na atual temporada, mas pode afetar a temporada do próximo ano, disse o grupo da indústria de cana Unica na quarta-feira (23).

Traders e analistas citaram os incêndios e o clima excessivamente seco no Brasil como um dos fatores que sustentaram a alta dos preços do açúcar nas últimas sessões em Nova York.

“A principal preocupação diz respeito aos incêndios ocorridos em áreas já colhidas”, disse o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, referindo-se aos campos onde a cana foi cortada e as plantas voltaram a crescer para a safra 2021.

As áreas centrais do Brasil estão vendo o segundo ano consecutivo de chuvas abaixo da média, a excessiva secura tem provocado um grande número de incêndios, tanto em áreas florestais como em campos agrícolas.

Um corretor de açúcar com sede nos EUA disse que, apesar dos problemas, parece muito cedo para considerar os danos para a próxima temporada.

“Perguntei a alguns grandes produtores do Brasil sobre o tempo seco e eles me disseram: me ligue de volta em novembro”, disse.

Outro corretor de açúcar em Londres disse que a notícia do Brasil parecia “exagerada”.

A estação das chuvas a partir de outubro pode regenerar as lavouras, mas os campos atingidos pelos incêndios precisarão ser replantados, disse Matheus Costa, analista de açúcar da corretora StoneX.

“É difícil fazer uma avaliação precisa por enquanto. Mas há riscos para a produção futura em algumas áreas ”, disse ele.

Voltar ao Topo