Energia

Ibama lança termo de referência padrão para energia eólica offshore, que poderá gerar empregos

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ​​(Ibama) lançou o Termo de Referência Padrão (TR) para Complexos Eólicos Offshore. Esta TR traz o escopo do que o empreendedor deve apresentar em seu estudo de impacto ambiental para atestar a viabilidade desse tipo de empreendimento de energia renovável, trazendo clareza e segurança a todo o processo.

Segundo o diretor da Diretoria de Licenciamento Ambiental (Dilic), Jonatas Trindade, a padronização desse termo traz maior qualidade aos estudos e análises ambientais, além de reduzir a incerteza jurídica. Segundo ele, a tipologia eólica offshore é inédita no Brasil e os primeiros projetos dessa tipologia estão sendo licenciados pelo Ibama.

“Essa padronização gerou um termo de referência mais qualificado, mais adequado à tecnologia que pretendemos instalar por meio desse tipo de empreendimento, que poderá gerar empregos e renda para o nosso país. Além disso, garante maior proteção ambiental e pode atrair investimentos para o país, porque onde há transparência e regras bem definidas, há atrativos para investimentos, investimentos de melhores projetos do ponto de vista ambiental ”, disse.

A preparação do documento foi realizada no âmbito de uma parceria do Programa de Diálogos Setoriais da União Europeia. O presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim, agradeceu a parceria, que foi fundamental nas discussões, principalmente com entidades internacionais.

“Temos que elogiar que esta foi uma iniciativa nossa, mas que teve o apoio dos Diálogos Setoriais da União Europeia. Acho importante que o Ibama esteja sempre em busca das melhores práticas internacionais, buscando o diálogo com os estrangeiros, afinal, eles já têm uma experiência mais avançada que a nossa ”, enfatizou.

Voltar ao Topo