Economia

Guedes diz que cortes de impostos do governo permitem que preços não sejam reajustados imediatamente

 O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que as reduções de impostos apoiadas pelo governo permitem que os preços não sejam reajustados imediatamente, negando que tenha pedido que os preços fossem congelados enquanto o país enfrenta inflação persistente e o presidente Jair Bolsonaro busca reeleição.

Falando no Fórum Brasil Investimentos, o ministro elogiou a aprovação no Senado de um projeto de lei que limita os impostos estaduais sobre combustíveis e energia. Segundo o ministro, a redução de impostos dá uma “margem” para que os preços não sejam reajustados “o tempo todo” mesmo quando os custos sobem.

Voltar ao Topo