Empregos

Grupo de energia anuncia muitas vagas para técnicos e engenheiros

Vagas no setor de energia

 A Rio Grande Energia (RGE) e a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) anunciaram mais um processo seletivo, desta vez, oferecendo vagas de emprego para técnicos e engenheiros. Conforme anunciado, as contratações são para os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul.

Para participar deste processo seletivo e concorrer a uma das vagas ofertadas abaixo, basta atender aos requisitos propostos e em seguida, clicar sobre o título da oportunidade desejada para cadastrar os seus dados.

Confira os requisitos necessários para concorrer a uma destas vagas

São Leopoldo/RS

Técnico de serviços de distribuição I – Formação técnica em eletrotécnica, eletrônica ou eletroeletrônica com CFT ativo. Mas também é desejável noções de NR-10, padrões de rede de distribuição e Pacote Office.

Engenheiro de serviços de campo – Formação superior em engenharia elétrica ou eletrônica (entre 2016 e 2018), com CREA ativo, solido conhecimento em sistemas elétricos de potência (SEP), inglês avançado e disponibilidade para viagens.

 

Itapetininga/SP

Técnico em segurança do trabalho – Formação técnica equivalente, registro na Superintendência Regional do Trabalho (Ministério do Trabalho e Emprego), CNH B e disponibilidade para deslocamento.

Campinas/SP

Técnico de proteção e automação II – Formação técnica em eletrotécnica, eletrônica ou eletroeletrônica com CFT ativo, experiência em proteção e automação de equipamentos de subestações, Pacote Office e disponibilidade de horário e para viagens. Desejável inglês intermediário.

Engenheiro de qualificação de fornecedores – Formação superior em engenharia, com CREA ativo. Ter experiência com desenvolvimento de fornecedores e/ou produtos, vivência em auditorias e avaliações de empresas, conhecer as normas do ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001, conhecimento avançado em SAP e em inglês. Mas também é desejável pós-graduação completa ou cursando, conhecimento das normas NBR e IEC.

Engenheiro de gestão de ativos – Formação superior em engenharia elétrica com CREA ativo, inglês intermediário,  conhecimento no módulo 8 – Prodist, Pacote Office e sobre fenômenos relacionados a qualidade do produto energia elétrica. Também é desejável pós-graduação completa ou em andamento em qualidade da energia, conhecimento SAP e da norma IEC 61000-4 séries.

Campinas, Bauru, Sorocaba, Itapetininga ou Ribeirão Preto/SP

Engenheiro de serviços de campo – Formação superior em engenharia elétrica ou eletrônica (entre 2016 e 2018), com CREA ativo, solido conhecimento em sistemas elétricos de potência (SEP), inglês avançado e disponibilidade para viagens.

Voltar ao Topo