Energia

Grande parque eólico Statkraft vai dobrar capacidade eólica no Brasil

Pronto para a construção do novo projeto de energia eólica Ventos de Santa Eugenia da Statkraft. A Statkraft está pronta para iniciar a construção de seu projeto de energia eólica Ventos de Santa Eugenia, no nordeste do Brasil, após fechar um contrato de fornecimento de turbinas com a fabricante alemã de turbinas Nordex. O maior projeto eólico da Statkraft na América do Sul mais do que dobrará sua capacidade de energia renovável no Brasil.

O projeto eólico de 519 MW envolve 10 parques eólicos com um total de 91 turbinas eólicas no estado da Bahia, localizados próximo aos ativos eólicos existentes da Statkraft na Bahia. Dadas as excelentes condições eólicas da região, o projeto vai gerar quase 2,3 TWh de energia renovável por ano, o suficiente para abastecer 1,17 milhão de residências brasileiras.

Os projetos estão sendo implementados de acordo com os rígidos sistemas de licenciamento e monitoramento ambiental e social do Brasil. Os projetos têm aquisição limitada de terras, nenhum reassentamento, baixo impacto ambiental e nenhum impacto sobre as espécies listadas no vermelho. Além disso, a Statkraft realizará atividades de Responsabilidade Social Corporativa (CSR) para as comunidades próximas, com foco em melhorias de educação e infraestrutura.

O custo total do investimento é estimado em R $ 2,5 bilhões (NOK 4,2 bilhões) e a conclusão está prevista para junho de 2023. A construção terá início em janeiro de 2021, e as primeiras turbinas eólicas deverão entrar em operação em setembro de 2022. O projeto utilizará o Turbina eólica Nordex 163 / 5.7MW, as maiores turbinas eólicas onshore usadas pela Statkraft até o momento. Com diâmetro de 163 metros, os rotores ocuparão uma área equivalente a quase 3 campos de futebol padrão.

“Como o Brasil é provavelmente um dos países mais competitivos do mundo no que diz respeito a energias renováveis, estou muito satisfeito em ver que a Statkraft é capaz de produzir um projeto competitivo e lucrativo como este”, disse o Country Manager Brasil, Fernando de Lapuerta , acrescentando que uma parte substancial da eletricidade a ser produzida já está protegida por meio de leilões públicos e acordos comerciais de venda de energia no mercado aberto brasileiro de energia.

Em 2019, a Statkraft Brasil adquiriu um projeto eólico de 660 MW de um desenvolvedor local. Com a ajuda da evolução tecnológica dos aerogeradores e incorporação de novas áreas, a equipe local da Statkraft redesenhou o projeto inicial, permitindo sua expansão em aproximadamente 450 MW para 1,1 GW. O anúncio de hoje cobre os primeiros 519 MW deste empreendimento.

“A construção de Ventos de Santa Eugenia representa um passo significativo no caminho para atingir a meta de desenvolver 6 GW de energia eólica globalmente até 2025 e cumprir nossa ambição de nos tornarmos uma empresa líder em energia renovável no mundo”, disse EVP International Power em Statkraft, Jürgen Tzschoppe.

Fatos sobre o projeto eólico Ventos de Santa Eugenia

Número de turbinas eólicas: 91
Capacidade instalada: 518,7 MW
Fabricante da turbina: Nordex
Tipo de turbina: N163 / 5,7
Fator de capacidade: 52%
Geração anual: 2,3 TWh
Localização: Próximo a Uibaí no estado da Bahia, nordeste do Brasil
Custo do investimento: R $ 2,5 bilhões ( NOK 4,2 bilhões)
Início da construção: janeiro de 2021
Conclusão prevista: junho de 2023

Voltar ao Topo