Economia

Governo sinaliza estender o auxílio emergencial e lançar o Renda Brasil

O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (6) que o governo está considerando estender mais ajuda econômica para o programa auxílio emergencial aos cidadãos mais pobres do país.

O Brasil enfrentará outros “mais um ou dois meses de dificuldades econômicas” como resultado do impacto causado pela nova pandemia de coronavírus (COVID-19), disse Guedes. “Examinaremos, juntamente com o Congresso, a reformulação da ajuda de emergência, juntamente com a criação do programa ‘Renda Brasil'”, afirmou o ministro.

Segundo o governo brasileiro, até agora, mais de 65 milhões de pessoas receberam ajuda governamental de emergência.

Em abril, o governo aprovou uma iniciativa para oferecer ajuda financeira mensal no valor de 600 reais (cerca de US $ 113) a trabalhadores informais de baixa renda e mães solteiras por um período de três meses.

O governo estendeu o programa auxílio emergencial por mais dois meses em 1º de julho, mas devido ao impacto positivo que o programa teve, o governo está pensando em continuar até o final do ano, mas diminuindo o valor da ajuda financeira.

Voltar ao Topo