Economia

Governo brasileiro está aberto a propostas de retomada da economia

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse na terça-feira (29), que seu governo estava aberto a propostas e sugestões para evitar uma possível agitação social no próximo ano devido ao golpe econômico da pandemia COVID-19.

“Meu governo busca antecipar os graves problemas sociais que podem surgir em 2021, se nada for feito para atender a essa massa (de pessoas) que perdeu tudo ou quase tudo”, disse o presidente via Twitter.

“Estamos abertos a sugestões”, disse, acrescentando que “a responsabilidade fiscal e o respeito ao teto de gastos são os princípios norteadores da economia”.

O programa de ajuda financeira emergencial do governo para aqueles que perderam sua renda devido à pandemia e bloqueio COVID-19 – cerca de 67 milhões de pessoas – expira em 31 de dezembro.

“Todos sabem que milhões de empregos e rendas foram destruídos devido à política de ‘ficar em casa, vamos cuidar da economia mais tarde, a conta chegou “, disse Bolsonaro em nota à imprensa na terça-feira (29).

Se não for encontrada uma solução para os milhões de beneficiários da atual ajuda emergencial, o Brasil poderá enfrentar “distúrbios sociais gravíssimos” no próximo ano e o governo poderá se tornar alvo de “críticas monstruosas”, disse Bolsonaro.

“Agora temos que buscar alternativas, sabemos que não há recursos, então temos que buscar alternativas”, disse.

Voltar ao Topo