Notícias

Funcionários da Exxon testam positivo para coronavírus – fontes

Trinta trabalhadores de uma plataforma de petróleo offshore operada pela ExxonMobil na Guiné Equatorial testaram positivo para o novo coronavírus, disseram à Reuters duas fontes próximas ao ministério.

O surto na plataforma é um dos maiores grupos de infecções relatados no setor e destaca o risco que o coronavírus representa para instalações de petróleo offshore, onde as pessoas normalmente trabalham, dormem e comem em locais próximos.

Os trabalhadores da plataforma flutuante de armazenamento e descarga de produção da Serpentina foram evacuados e estão em quarentena, enquanto a ExxonMobil e funcionários do governo trabalham para desinfetar a plataforma, disseram as fontes.

Em uma teleconferência na tarde de segunda-feira, o ministro de Hidrocarbonetos da Guiné Equatorial, Gabriel Obiang Lima, confirmou os casos.

O maior fluxo de petróleo do país, Zafiro, é exportado pela ExxonMobil principalmente do Serpentina FPSO (operação flutuante de produção e armazenamento), que tem capacidade de aproximadamente 120.000 bpd.

Uma fonte próxima ao ministério disse que a produção não foi afetada no campo petrolífero de Zafiro ou em Jade, que tem capacidade de aproximadamente 60.000 bpd.

Um porta-voz da Exxon disse que o foco principal da empresa era a saúde e a segurança de seus trabalhadores, mas não comentou diretamente os casos ou compartilhou qualquer impacto na produção.

Muitos países e empresas já impuseram restrições ao número de trabalhadores permitidos nas instalações de petróleo para reduzir o risco de infecção.

Voltar ao Topo