Empregos

Frete para entrega de fertilizantes sobe 20% em 2016

Volume de produtos importados, neste ano, é parecido com o que foi comercializado em 2014, um dos maiores da história; preço do frete deve subir à medida que aumentarem as entregas

O custo do frete para entrega de fertilizantes subiu 20% em relação à safra passada, aponta a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). A menor oferta de milho nos portos reduziu o fluxo de caminhões que retornam com os insumos para as áreas agrícolas.

Segundo o analista de mercado da NPK Soluções, Eduardo Nunes, o volume de produtos importados neste ano é parecido com o que foi comercializado em 2014, ou seja, um dos maiores da história. Ele diz que a alta do frete deve continuar nos próximos meses, de acordo com a chegada dos navios e consequentemente aumento das entregas.

Muitos produtores rurais e até mesmo misturadoras estão evitando comprar fertilizantes no Porto de Paranaguá devido aos problemas de logística. A saída é migrar para os portos de Rio Grande e Santos, onde há mais oferta de caminhões para carregar insumos.

O analista finaliza dizendo que os produtores devem comercializar os fertilizantes agora, pois a tendência é de que os preços subam ainda mais com a incerteza política e a volatilidade do dólar.

 

Fonte: Canal Rural/Larissa Pansani | São Paulo (SP)

Voltar ao Topo