Empregos

FPT Industrial vai explorar o potencial de macaúba como nova matéria-prima de biodiesel

A marca CNH Industrial, FPT Industrial, está planejando explorar o potencial da macaúba como matéria-prima para a produção de biodiesel, com o objetivo de aumentar a produção a partir dessa nova fonte.

Macaúba é uma palmeira nativa do Brasil, Caribe e Sul da Flórida, que atualmente possui múltiplos usos, inclusive nas indústrias de construção, médica e cosmética. Mais recentemente, seu potencial como matéria-prima para biodiesel foi investigado.

Pesquisa realizada no Centro Técnico de Betim, sudeste do Brasil, focada em sua aplicação como combustível para tratores agrícolas. Testes para caminhões e ônibus, além de geradores de energia, também estão planejados.

A macaúba usada nos testes foi extraída pela Cooper Riachão, uma cooperativa de produtores rurais localizada na região de Montes Claros, no estado brasileiro de Minas Gerais. Após a extração, o biodiesel foi produzido em uma planta experimental por transesterificação, com o produto final atendendo aos padrões estabelecidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O projeto foi realizado em colaboração com a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Bchem Biocombustíveis, utilizando um motor FPT Industrial N67 Tier 3, montado nos tratores Case IH e New Holland Agriculture .

Durante o teste, foram utilizadas misturas de 10% e 20% de biodiesel de macaúba, com resultados que mostram desempenho e consumo comparáveis ​​ao diesel fóssil, porém com emissões reduzidas de monóxido de carbono e de material particulado.

Voltar ao Topo