Economia

FGTS: valor de R$500 ainda continua disponível para saque

Mesmo com o término do calendário do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), o valor de R$ 500,00 ainda continua disponível para saque. Veja como proceder e fazer a sua retirada.

 

O FGTS é um benefício de direito para todos os brasileiros que  trabalharam com carteira assinada. E funciona como um fundo de depósito em que todos os meses são transferidos 8% do salário bruto do trabalhador.

 

O governo anunciou em 2019 duas novas modalidades de saque do fundo de garantia. A de saque imediato e saque aniversário.

 

O saque imediato só pode ser realizado uma única vez. Caso o saldo da conta for de um salário mínimo de 2019, igual a R$998, pode ser recebido o valor total. Porém se o trabalhador tiver um valor mais alto do que o piso, ele terá um limite de saque do FGTS de R$500. O dinheiro pode ser retirado de todas as contas, seja ela ativa, do atual emprego, ou inativa, de empregos anteriores. 

São diversas formas para realizar esse saque recebimento. Embora o calendário tenha finalizado em dezembro de 2019, as retiradas são disponíveis até 31 de março de 2020.

Os trabalhadores que tiverem conta corrente aberta no banco da Caixa Econômica Federal terão o seu dinheiro depositado automaticamente em suas contas.

 

Já os trabalhadores que não tiverem contas no banco deverão ir até uma lotérica ou agência da Caixa Econômica, com seus documentos e realizar o saque na boca do caixa.

 

Para esse saque é necessário que o trabalhador tenha em mãos o seu cartão cidadão e a sua senha. Quem não tiver precisa apresentar carteira de trabalho.

 

Apesar disso o trabalhador não é obrigado a sacar o dinheiro disponível. E se ele não for retirado da conta, voltará para o fundo, isso sem causar prejuízo na rentabilidade do período em que ficou disponível para o saque.

 

Vale lembrar que o saque imediato e o saque aniversário não são atrelados, um é diferente do outro. (Fonte

 

Voltar ao Topo