Economia

Extensão da proposta do décimo quarto salário dos aposentados entra em pauta

As ações feitas pelo governo para lidar com a pandemia do covid-19, em particular o isolamento da sociedade.
Outra coisa, há paralisação de atividades econômicas desnecessárias, produziram os mais diversos mandamentos sobre a vida das pessoas e da sociedade como um todo.

Mais do que isso, as pessoas não poderem mais se encontrar, se manifestar, se ou apenas conversar em bares, em certa medida, deteriora os fundamentos de uma sociedade democrática.

Logo, os estados em vários países desenvolvem planos de alívio e recuperação e fornecem subsídios a essas pessoas para garantir que tenham um mínimo de sobrevivência em uma crise.

Neste artigo, você vai saber sobre “O décimo quarto salário dos aposentados já foi aprovado?”.
Veja os tópicos que vamos abordar:

O que é aposentadoria?
Tipos de aposentadoria
1.Aposentadoria por tempo de contribuição
2.Aposentadoria por idade
3.Aposentadoria por invalidez
4.Aposentadoria especial
Como está a situação do décimo quarto salário?
Então siga com a leitura.

O que é a aposentadoria?

A aposentadoria pode visto como período de trabalho remunerado.
Ao contrário da crença popular, esse benefício leva em consideração não só a idade dos trabalhares, mas, como o período de contribuição, o estado de saúde e outros critérios.

Aliás, no Brasil, boa a parte das aposentadorias é financiada pelo INSS.
Para os profissionais com carteira de trabalho assinada.

Deste modo, o valor é descontado bem no salário, para quem tem trabalho no MEI, o valor é tirado bem nas contribuições mensais.

Além disso, os empregadores acabam tendo de contribuir e usar parte de sua renda nessa área.

Tipos de aposentadoria

1.Aposentadoria por tempo de contribuição
Essa forma de aposentadoria é realizada de diversas formas, todas tendo em vista o período de trabalho em que o trabalhador vai contribuir com o seguro social do INSS.

Atualmente, o método mais utilizado dá atenção apenas no tempo de pagamento, que é de pelo menos 30 anos para as mulheres e 35 anos para os homens.

Assim, considerando o tempo de pagamento acima, é preciso somar a idade da pessoa à soma dos anos de pagamento:

86 anos para mulheres
96 anos para homens.
Aliás, a ideia é somar mais um ano a cada ano a dois anos até chegar a 90/100 em 2026.

2.Aposentadoria por idade

Bem, o próprio nome sugere, este tipo de aposentadoria leva em consideração, especialmente, a idade da pessoa, para recorrer esta modalidade é preciso ter pelo menos 60 anos (se mulher) ou 65 anos (homem).

Assim, o tempo mínimo de contribuição no INSS antes da reforma era de 15 anos e, bem, o prazo mínimo de contribuição no INSS depois da reforma é de 20 anos.

Outro ponto é que a idade mínima das mulheres aumenta em 60 anos + 6 meses a cada ano até alcançar os 62 anos.
Agora depois da reforma da previdência, o valor dessa aposentadoria é de 60% da média aritmética de todos os salários, depois 20 anos de recolhimento aumentará 2% a cada ano e o limite máximo é de 100%.

3.Aposentadoria por invalidez

Aposentam-se por invalidez quando se considera que já não poderão exercer as suas funções de forma permanente.
E bem, essa condição é capaz de ser provocada por vários motivos, por exemplo, acidentes, invalidez e deficiência.
Portanto, para obter benefícios, os trabalhadores devem contribuir por pelo menos 12 meses.

Em caso de acidente ou doença de trabalho, este período de carência pode ser ignorado.

4.Aposentadoria especial

Aqueles que trabalharam por 25 anos em situações vistas como inseguras podem desfrutar de benefícios especiais de aposentadoria, por exemplo:

Exposição a substâncias perigosas
Condições insalubres de trabalho.
Além disso, o período de 25 anos depende da situação e pode ser menor, portanto, é preciso procurar informações típicas para cada situação.
Com a reforma da previdência aprovada, as regras mudaram.
O período contribuição são:
15 anos de atividades com grande impacto na saúde, por exemplo, mineração subterrânea
20 anos para atividades de risco médio (como a superfície de uma empresa de mineração)
25 anos de atividades de baixo risco, como a indústria química e metalúrgica.

Como está a situação do décimo quarto salário?

Há o projeto de Lei 3657/2020 e o Projeto de Lei, o PL 4367/2020 (que é uma espécie de expansão da outra proposta), foi proposto à Câmara dos Deputados e planeja realizar o décimo quarto salário em 2020 e 2021, mas o valor monetário é limitado.

Entenda que nova proposta, ainda depende da aprovação dos deputados do partido AFN (A Aliança Força Nacional).
De acordo com o novo projeto de lei, o artigo 14 será publicado e seu valor será limitado ao equivalente a, no máximo, dois salários mínimos.

Ou seja, dependendo do valor da pensão, todos os aposentados do INSS só podem receber no máximo dois salários mínimos (até R$ 2.090).

Assim, os aposentados que recebem o salário mínimo previdenciário farão jus a um abono anual equivalente, ou seja, receberão R$ 1.045 adicionais em 2020 e R$ 1.045 reais em 2021.

Consequentemente, o abono será o salário mínimo mais uma parcela proporcional à diferença entre o salário mínimo e o limite máximo total do plano de previdência, limitado ao valor total dos dois salários mínimos.

Em razão de tudo que foi visto, ficou com alguma dúvida sobre este conteúdo? Deixe seu comentário, pois seu feedback é muito importante para nós!

 

Voltar ao Topo