Carreiras

Evite esses erros na hora da solda e ganhe tempo e dinheiro com essas dicas

solda

O eletrodo revestido no processo de solda assegura a continuidade das propriedades físicas, químicas e metalúrgicas do material. Entretanto o processo de soldagem pode causar alguns problemas como porosidade ou trincas. Na maioria dos casos são pequenos detalhes que podem ser evitados que causam tais problemas.

Problemas mais comuns na solda.

Porosidade: 

  • Comprimento excessivo entre o arco elétrico;
  • Velocidade da soldagem;
  • Limpeza inadequada do metal base;
  • Eletrodos úmidos.

Mordedura: 

  • Diminua a intensidade da corrente ou diminua o arco;
  • Aumentar o ângulo do chanfro.

Trincas: 

  • Eletrodos úmidos;
  • Sujeira na superfície da solda;
  • Comprimento excessivo do arco;
  • Diâmetro pequeno do eletrodo;
  • Resfriamento muito rápido da solda.

Grande distância entre o eletrodo e a poça de fusão.  

Deixar o eletrodo distante da peça faz muita fumaça e o clarão da soldagem fica mais forte. Não só isso, a distância incorreta causa ”espirros” na solda,  rompendo a chapa e resultando em uma solda de má qualidade.

Toque e o pressionamento do eletrodo na peça.

Esse problema faz com que o eletrodo não derreta perfeitamente, se forçar o eletrodo ainda solido ele pode acabar penetrando dentro da poça de fusão. A solda deve ser feita com paciência e sem pressionar, o arame do eletrodo deve derreter, se pressionar e o arame ainda estiver solido pode ocorrer ”espirros” além de perfurar a peça.

Dicas para não errar mais na hora da solda!

A distância recomendada.

A distância do eletrodo de um a dois milímetros distante da peça é a maneira correta de fazer a solda. Sem danificar, ao contrário do que acontece quando se usa a força excessiva. Com essa distância e sem a força o eletrodo derrete perfeitamente.

É importante: 

  • Secar os eletrodos ;
  • Limpar a superfície das peças;
  • Encurtar o arco;
  • Usar o eletrodo com o diâmetro adequado ou controlar o resfriamento.

Lembre também da velocidade da solda e a amperagem correta. Agora que você sabe essas dicas valiosas está preparado para não cometer esses erros novamente.

Coisas simples como limpar corretamente a superfície e encurtar o arco por exemplo podem te poupar muito tempo. Essas são dicas essenciais que você deve lembrar no processo com o eletrodo revestido.

Voltar ao Topo