Empregos

EUA se empenham para tirar a Huawei do mercado 5G do Brasil

O governo dos EUA anunciou que financiará a compra de equipamentos de infraestrutura de rivais da Huawei no Brasil, na tentativa de impedir o governo chinês de aumentar sua presença no mercado 5G do Brasil.

A Reuters relatou que funcionários da Corporação Financeira Internacional para o Desenvolvimento dos Estados Unidos, do banco EXIM dos Estados Unidos e do Conselho de Segurança Nacional informaram à mídia que o dinheiro será disponibilizado para a compra de equipamentos de rivais da Huawei, porém não informaram quanto.

O representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, disse “claramente há um elemento chinês em tudo o que todos nós fazemos” ao falar em um evento organizado pela Câmara de Comércio dos EUA.

Ele observou que a China fez um “movimento muito significativo no Brasil” para se posicionar como o maior parceiro comercial do Brasil, algo com que os EUA estão “preocupados”, disse Lighthizer.

“Incentivamos o Brasil a tentar trabalhar em conjunto para garantir que vigiamos a China com atenção no que diz respeito a todos os tipos de tecnologia, telefonia e 5G. Temos atuado aqui nos Estados Unidos; continuamos avançando e tenho grande esperança de que o Brasil se mova conosco. Esperamos que o Brasil também mantenha um olhar crítico e cuidadoso sobre os investimentos chineses ”, acrescentou.

O governo dos Estados Unidos está em uma longa campanha para convencer os aliados a não comprarem equipamentos da Huawei por motivos de segurança nacional, alegando que o equipamento do fornecedor pode fornecer uma porta dos fundos para a infraestrutura de uma nação para fins nefastos. A Huawei negou veementemente a acusação.

O Brasil estava prestes a realizar seu leilão de espectro 5G no final deste ano, mas teve que abandonar os planos devido à pandemia Covid-19. O mercado brasileiro de telecomunicações é amplamente considerado um dos maiores e mais valiosos do mundo.

Voltar ao Topo