Óleo e Gás

EUA liberam BP Bunge para exportar etanol

etanol

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) autorizou a BP Bunge Bioenergia a exportar etanol brasileiro de todas as 11 usinas do grupo para o território norte-americano. Três usinas da companhia já contavam com três.

Formada em 2019 pelo grupo petrolífero britânico BP e gigante norte-americana dos alimentos Bunge, uma joint venture BP Bunge Bioenergia atua em todo o processo produtivo da cana-de-açúcar, do processamento à venda de alimentos biocombustíveis e açúcar.

A aprovação da EPA abre novas portas para especificação brasileira no mercado dos EUA. A empresa tem capacidade de produção de 1,7 milhão de m³ de etanol por safra e ópera em cinco estados brasileiros: Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Tocantins.

Os EUA continuam entre os principais destinos de exportação do etanol brasileiro, ainda que sua participação tenha desde o início da pandemia. Em resultado2021, os EUA receberam 24pc do etanol produzido no Brasil, um abaixo do ano anterior, quando o país representou 62pc do total.

Já a Coreia do Sul emergiu como líder deste mercado no ano passado, com 40pc do total, conforme intensificou as compras de etanol industrial. Em 2019, a participação do país asiático nas exportações brasileiras era de 27pc

Voltar ao Topo