Energia

Energia eólica cresce no Brasil, mas ainda há incertezas no setor

O segmento de energia eólica está crescendo significativamente no país. A atual capacidade instalada de 13 Gigawatts (GW) deverá atingir 19 GW de energia até 2023, com mais de 200 parques eólicos a serem entregues nos próximos anos. Isso significa que, em breve, toda a capacidade eólica instalada será maior que a de Itaipu, que tem 14 GW.

Neste ano, o setor de energia eólica espera contratar mais 1 GW no leilão de energia A-6 programado para agosto, segundo a presidente da Abeeólica (Associação Brasileira de Energia Eólica), Elbia Gannoum.

No entanto, o setor elétrico está passando por um período crítico em que são necessárias reformulações regulatórias, justamente para abrigar as novas fontes de geração como a energia do vento na matriz energética.

Elbia aponta como um dos problemas o fato de os projetos no setor energético não avançarem no Congresso. Para ela, um dos indicadores mais importantes de que o setor precisa de novas regras é a quantidade de emendas que os projetos na área recebem no Parlamento.

Voltar ao Topo