Óleo e Gás

Empresas apoiadas pelo Invest-ES geram mais de 2000 vagas no estado

Empresas de metalmecânica e engenharia ligadas ao setor moveleiro estão implementando novas unidades no Estado do Espirito Santo e vão gerar mais de 2000 vagas para a construção e operação dos projetos.
Entre as empresas que estão dentro do programa Invest-ES, um plano de incentivos fiscais do governo, serão abertas ao todo 2.350, distribuídas em 13 diferentes empresas. Além disso, a construção do Parque Leste Oeste Empresarial, que tem seu inicio marcado para o mês de julho, deve demandar por 400 profissionais da construção civil para  área de Cariacica.
José Eduardo de Azevedo, secretário de Estado de Desenvolvimento, afirma que o Espirito Santo atrai cada vez mais empresas por conta de sua localização geográfica, que facilita a logística de distribuição dos produtos finais. Segundo ele, “As empresas tem escolhido se relocalizar no estado por conta dos incentivos fiscais, mas também pelo custo de logística, já que estamos em uma região central do Brasil, e pelo custo e disponibilidade de mão de obra”.
Confira abaixo algumas das empresas que vão gerar novas vagas ao longo dos próximos dois anos
  • Placas do Brasil: a empresa que produz painéis de MDF recebeu investimentos de R$388 milhões na indústria e R$80 milhões na base florestal. A construção da unidade de Pinheiros começa em junho e o inicio da fase de produção está previsto para jan/2018. Serão geradas 400 vagas no período de obras e 600 vagas subdivididas na unidade industrial e no plantio, colheira e transporte depois que as unidades entrarem em operação.
  • Skystone do Brasil: Com um investimento inicial de R$1,5 milhões, a nova unidade, de São Domingos do Norte, irá produzir maquinas e equipamentos para extração mineral. A estimativa é gerar cerca de 30 novos empregos na região.
  • Perfilados Rio Doce: a empresa de tubos de costura, postes e defensas metálicas investiu R$170 milhões na expansão da fábrica atual, que deve ter suas obras finalizadas no segundo semestre, e na construção de uma nova fábrica, que esta em fase de projetos. Até o final deste ano serão geradas mais de 20 vagas e em 2018, a previsão é de 600 novas vagas.
Voltar ao Topo