Energia

Eletronuclear irá apresentar plano para aceleração das obras da usina nuclear Angra 3 á Eletrobras

Logo após o presidente da Eletronuclear informar  que a Usina Nuclear Angra 3 não precisa de apoio financeiro internacional para ser construída, agora foi a vez da empresa apresentar o plano de aceleração das obras para a Eletrobras.

A apresentação  irá acontecer em duas etapas na semana a primeira será na semana que vem e espera-se terminar a parte mais crítica das obras que é o prédio de contenção do reator até 2023.

Na próxima segunda-feira (06), a apresentação será para o Comitê de Auditoria da companhia elétrica.

Na quarta-feira (08), para Conselho de Administração conhecer mais sobre o tema.

As apresentações mostraram como será a aceleração das obras sempre buscando o final da operação da usina Angra 3 que está prevista para 2026.

A Eletronuclear conseguiu a autorização da capitalização de suas dívidas com a holding Eletrobras, com pouco mais de R$ 1 bilhão.

A capitalização está prevista no Plano Diretor de Negócios e Gestão (PDNG), 2020-2024, e só depende da aprovação final da Eletrobras para liberação da transação.

Voltar ao Topo