Notícias

É oficial: Joe Biden confirmado como presidente eleito

O Colégio Eleitoral votou Joe Biden como presidente e a senadora de origem indiana Kamala Harris como vice-presidente dos Estados Unidos, pondo fim à batalha legal desencadeada pelo titular Donald Trump, que vinha alegando fraude eleitoral generalizada nas eleições presidenciais.

De acordo com a Constituição e a lei federal, o Colégio Eleitoral votou na segunda-feira para o Presidente, cujas eleições foram realizadas no dia 3 de novembro. Os Eleitores se reuniram em seus respectivos estados após a certificação dos resultados.

O acontecimento põe fim à batalha judicial desencadeada pelo presidente Donald Trump contra as eleições, que perdeu tanto no voto popular quanto na maioria no colégio eleitoral de 538 membros. Normalmente, a reunião do Colégio Eleitoral é apenas uma formalidade. No entanto, recebeu atenção internacional por causa de alegações infundadas de fraude maciça de eleitores por Trump.

A eleição presidencial ocorreu há mais de um mês. O resultado não está em dúvida. Em quase qualquer outro ano, os dois principais partidos já teriam aceitado plena e publicamente a vontade do povo americano. A passagem pacífica da tocha: uma marca registrada de nossa grande democracia, disse o líder da minoria no Senado, Chuck Schumer.

Depois que nenhuma evidência de fraude generalizada de eleitores foi encontrada no país; depois que as autoridades eleitorais estaduais corroboraram a exatidão dos resultados em todos os estados do país; depois que a equipe jurídica da campanha de Trump acumulou um surpreendente recorde de vitórias e derrotas de 1 e 59; depois que a Suprema Corte sumariamente rejeitou dois esforços ridículos dos republicanos para invalidar os resultados em estados indecisos; será que o Partido Republicano no Congresso em algum lugar do Senado finalmente reconhecerá os resultados de uma eleição que foi determinada há mais de um mês? ele perguntou.

Hillary Clinton, ex-secretária de Estado e candidata presidencial de 2016, votou em Biden como membro do colégio eleitoral em Nova York.

Acredito que devemos abolir o Colégio Eleitoral e selecionar nosso presidente pelo vencedor do voto popular, como acontece com qualquer outro cargo, disse ela.

Mas, embora ainda exista, tive o orgulho de votar em Nova York em Joe Biden e Kamala Harris, acrescentou Clinton.

Os resultados dos votos do colégio eleitoral chegaram de todo o país ao longo do dia.

O congressista Dan Kildee, vice-chefe da Câmara dos Democratas, disse: Apesar das contínuas tentativas do presidente e de seus facilitadores republicanos de espalhar teorias da conspiração e derrubar a eleição, as ações de hoje deixam claro que a vontade do povo não será subvertida.

Esta eleição acabou, e o presidente eleito Joe Biden venceu nosso estado por mais de 150.000 votos14 vezes a margem de Donald Trump em 2016. Os americanos devem se unir para apoiar nosso novo presidente e se unir para derrotar o coronavírus, disse ele.

O senador republicano Rob Portman disse: A transferência ordeira do poder é uma marca registrada de nossa democracia e, embora eu apoiasse o presidente Trump, a votação de hoje no Colégio Eleitoral deixa claro que Joe Biden é agora o presidente eleito.

Trump ainda não admitiu a derrota nas eleições. Ele entrou com vários processos sem sucesso contra os resultados eleitorais, alegando que houve fraude eleitoral em massa e negligência eleitoral.

Acho que devemos respeitar esse processo que os fundadores estabeleceram, e devemos respeitar a vontade dos eleitores. Como eu disse anteriormente, a campanha Trump tinha todo o direito de buscar recontagens e contestações legais. Isso já aconteceu nas últimas seis semanas e, embora tenha havido casos de fraude e irregularidades, não se mostrou generalizado o suficiente para alterar o resultado da eleição, disse Portman.

Os Estados devem levar a sério os exemplos comprovados de fraude e irregularidades, processar qualquer pessoa que se envolver nisso e revisar os sistemas de votação para manter a integridade de nossas eleições. O processo de transição e os briefings para a equipe de Biden começaram há três semanas sob a direção do presidente Trump, e eu o elogio por isso, disse ele.

O senador Jeff Merkley disse que, enquanto o Colégio Eleitoral votava em Joe Biden como o próximo presidente dos Estados Unidos, é hora de Trump e de todos os que o permitiram encerrar seu ataque à nossa democracia.

Os votos do colégio eleitoral de hoje confirmam o que sabemos há semanas – o que SCOTUS declarou e o que um número recorde de eleitores decidiu: Joe Biden venceu. Os republicanos devem encerrar suas tentativas de minar esta eleição e trabalhar para o povo americano, disse o senador Ben Cardin.

Voltar ao Topo