Economia

Dólar avança e juros futuros têm leve queda com cena externa no foco

Por volta de 9h30, o dólar comercial avançava 0,14%, para R$ 4,0676. No mesmo horário, a taxa do DI para janeiro de 2021 caía de 4,53% no ajuste anterior para 4,505%; a do contrato para janeiro de 2022 passava de 5,29% para 5,26%; a do DI para janeiro de 2023 recuava de 5,82% para 5,80% e a do DI para janeiro de 2025 cedia de 6,46% para 6,45%.

Nesta jornada, os preços do petróleo apresentam queda. O contrato do Brent para março era negociado abaixo de US$ 69; já o contrato do WTI para fevereiro estava abaixo de US$ 63.

Além das questões geopolíticas, os investidores também digerem dados de inflação. De acordo com a Fipe, a inflação na cidade de São Paulo ficou em 0,94% no último mês de 2019, o que mostra uma aceleração em relação a novembro (+0,68%), mas uma perda de fôlego na comparação com a terceira leitura de dezembro (+1,14%).

A agenda do dia ainda contempla os dados de produção de veículos da Anfavea e, nos EUA, o destaque fica com as encomendas à indústria de novembro e com a atividade do setor de serviços de dezembro medida pelo ISM.

Voltar ao Topo