Economia

Dólar abre em alta após produção industrial pior do que o esperado

Apesar do maior apetite por risco no exterior devido ao alívio das tensões no Oriente Médio e ao otimismo sobre um acordo comercial entre Estados Unidos e China, o dólar abriu o pregão desta quinta-feira em alta contra o real, sentindo o resultado pior do que o esperado para a produção industrial no Brasil em novembro.Neste pregão, os investidores estarão de olho ainda em uma entrevista com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, a partir das 10h desta quinta-feira.

Às 9:09, o dólar avançava 0,43%, a 4,0694 reais na venda.

Na véspera, o dólar interbancário registrou sua primeira queda do ano, cedendo 0,31% a 4,0519 reais na venda.

O contrato mais negociado de dólar futuro avançava 0,127% na B3, a 4,075 reais.
Voltar ao Topo