Empregos

Custo de operação de minério de ferro seguirá acima do normal, aponta Vale

O diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores da Vale, Luciano Siani, afirmou nesta sexta-feira que o custo de operação de minério de ferro ainda estará US$ 2 por tonelada acima do normal no quarto trimestre de 2019.

Em teleconferência com analistas sobre os resultados do terceiro trimestre, quando a mineradora obteve lucro de R$ 6,5 bilhões, Siani explicou que algumas minas no Sistema Sul, em Minas Gerais, ainda operam com custo alto, com uso de caminhões em alguns casos. “É muito oneroso operar algumas minas do Sistema Sul”, disse o diretor.

No terceiro trimestre, a empresa reportou redução do custo de produção dos finos de minério de ferro da mina ao porto – chamado de custo caixa C1 -, que caiu US$ 2,3 por tonelada frente ao segundo trimestre, para US$ 15,3 por tonelada.

Essa redução foi possível devido aos maiores volumes e ao menor gasto com “demurrage”, que é o encargo pago pela espera de navios, no terminal da empresa em Ponta da Madeira (MA).

Endividamento

Siani afirmou ainda que a companhia observa seu endividamento não apenas pelos compromissos bancários, mas também considerando as provisões feitas depois do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), em janeiro deste ano.

A meta da mineradora é ter uma dívida líquida de US$ 10 bilhões, o que já havia sido atingido antes do acidente em Brumadinho. No terceiro trimestre, a dívida líquida da empresa caiu para US$ 5,3 bilhões, uma redução de US$ 4,4 bilhões na comparação com os US$ 9,7 bilhões do fim de junho.

A dívida de US$ 5,3 bilhões considera só empréstimos e financiamentos bancários, mas há outros US$ 4,7 bilhões em provisões – o que soma US$ 10 bilhões. “Para restabelecer a dívida normal, precisamos acompanhar a execução do pagamento da provisão, que é um passivo”, disse Siani na teleconferência, acrescentando que a empresa olha o endividamento de forma expandida, juntamente a outras obrigações no balanço.

Voltar ao Topo