Óleo e Gás

Crescimento do biogás vai exigir adaptação das indústrias e formação de pessoal qualificados

A produção de energia por meio do biogás está trazendo novas oportunidades de negócios para as indústrias brasileiras e a demanda por profissionais qualificados para atuar na área. Por isso, a Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás) vai realizar um Seminário Técnico, com o debate sobre Formação Profissional para a Nova Geração do Biogás”. Durante o evento, a ser realizado 9 de maio, em São Paulo, empresários, representantes do governo, especialistas de instituições e do terceiro setor irão debater sobre perspectivas e impactos acerca do biogás para a indústria brasileira, principalmente referente aos novos modelos de negócio e oportunidades de emprego.

O seminário terá a participação do gerente-executivo de Educação Profissional e Tecnológica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Felipe Morgado, que  falará sobre os números e a experiência do SENAI quanto a educação profissional no Brasil e no mundo e a formação de profissionais para o setor: “A expectativa é de trocar informações e reunir o maior número possível de evidências de que a inclusão da matéria ‘biogás’ no portfólio do SENAI irá impactar consideravelmente o desenvolvimento do negócio na indústria brasileira”. De acordo com Felipe Morgado, o SENAI trabalha em sintonia com a indústria brasileira, e uma das expectativas é identificar o impacto que a utilização do biogás tem para o sistema elétrico e para o agronegócio: “Além da questão socioambiental, a utilização do biogás impacta em economia financeira, a partir da diminuição do gasto com o consumo de energia elétrica e de combustível, e em sustentabilidade dos negócios em diferentes frentes”

A gerente executiva da ABiogás, Camila Agner D’Aquino, acredita que a indústria do biogás está promovendo uma revolução no setor e, cada vez mais, vai demandar profissionais habilitados a desenvolver e operar projetos nesse segmento. Assim, o objetivo é formar especialistas que, em médio e longo prazo: “O biogás vem crescendo na matriz elétrica. Pelo segundo ano consecutivo, a fonte cresceu dois dígitos graças à indústria que se ergueu no país. Instituições como o SENAI serão o canal de formação profissional para a nova geração de colaboradores nesse setor”. (Fonte)

Voltar ao Topo