Mineração

COVID-19: CSN reduz plano de investimentos para 2020

A siderúrgica brasileira e a produtora de minério de ferro  CSN reduziram o plano de investimentos para 2020, juntando-se a várias outras empresas em uma estratégia para proteger sua  posição de caixa em meio à crise do coronavírus. 

A CSN informou em comunicado que investirá 1,1 bilhão de reais (US $ 190 milhões) em suas operações, ante 1,8 bilhão de reais antes. 

A empresa não forneceu detalhes sobre projetos e segmentos de negócios afetados pela decisão de investimento.

A empresa também forneceu orientações para 2020 para a produção de minério de ferro. 

“A empresa mudou a forma como apresenta a produção de minério de ferro, que, a partir do primeiro trimestre de 2020, considera a produção mais as compras de terceiros, que espera atingir entre 33 e 36 milhões de toneladas de produção de minério de ferro no período”. CSN disse. 

PERDA Q1

A CSN reportou uma perda no primeiro trimestre de 1,3 bilhão de reais em comparação com um lucro líquido de 87 milhões de reais no mesmo período do ano passado.

A perda ocorreu devido à combinação de um aumento nos custos do serviço da dívida da empresa e uma menor receita.

Voltar ao Topo