Óleo e Gás

Consumo de gás Brasileiro no terceiro trimestre superou 2019

gas petrobras

O consumo de gás natural por meio de empresas de distribuição de gás no Brasil cresceu 16% no terceiro trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período de 2019, o último ano antes da Covid-19 atacar o país e reduzir a demanda, de acordo com dados da Abegas, associação brasileira de distribuição de gás.

Com um total de 81,6 milhões de m³ / d (2,86 Bcf / d) no último trimestre, o consumo de gás cresceu 57% em comparação com o terceiro trimestre de 2020. A geração de energia a gás, o consumo industrial e residencial cresceram no período, com apenas o setor comercial ainda atrás dos números do terceiro trimestre de 2019.

Com 37,9 milhões de m³ / d no último trimestre, a demanda por geração de energia a gás subiu 161 por cento em comparação com o mesmo trimestre de 2020 e 33 por cento a mais do que em 2019, conforme o Brasil avançou em direção à geração termelétrica para enfrentar sua pior crise de energia em 91 anos.

O consumo industrial cresceu para 30,09 milhões de m³ / d no período, um aumento de 13% e 7,6% em comparação com 2020 e 2019, respectivamente, conforme o Brasil começou a se recuperar da crise de produção relacionada à pandemia.

Cerca de 3.500 empresas do segmento industrial estão ligadas às distribuidoras de gás em 16 dos 27 estados brasileiros.

A demanda do segmento comercial foi de 857.180 m³ / d, um aumento de 33% em comparação com o ano anterior, mas ainda 10% abaixo do consumo no terceiro trimestre de 2019, já que as empresas do país ainda estão lutando para retornar aos níveis de atividade pré-pandêmicos.

Com 1,65 milhão de m³ / d, a demanda no segmento residencial cresceu 5,6% e 7,2%, respectivamente, em comparação com os mesmos trimestres de 2020 e 2019.

Voltar ao Topo