Empregos

Construtora ganha eficiência em auditorias com TI

A Construtora Baliza, de São Leopoldo (RS), que atua há mais de 30 anos no mercado de incorporação e construção de imóveis, tinha como desafio obter informações concretas sobre o andamento das atividades no canteiro de obras para melhor mensurar quais eram os setores que mais geravam demandas. E, para apoiá-la nessa necessidade, optou pela implementação do Mobuss Construção, solução de mobilidade para o setor desenvolvida pela Teclógica – empresa de gestão e processos de TI e negócios –, que permitiu que a companhia conquistasse confiabilidade nas informações e agilidade nos processos de inspeção.

“Sentimos a necessidade de uma solução durante a realização das inspeções de serviços. Realizávamos todo o trabalho manualmente – os dados eram anotados em formulários de papel e depois passados para o Excel. Este processo demandava muito tempo dos nossos colaboradores e não garantia exatidão dos números, afinal, estávamos suscetíveis ao erro humano”, afirma a responsável pela área de Qualidade da Baliza, Simone Mendes de Paula. Neste cenário, a empresa estava orçando o desenvolvimento de um sistema, mas ao tomar conhecimento do Mobuss Construção, entendeu que a solução atendia todas as necessidades do negócio com um custo menor.

Após um ano do início da implementação do módulo Qualidade, a Baliza avalia que a ferramenta imprimiu rapidez e agilidade na tomada de decisão, aperfeiçoamento dos serviços prestados, confiabilidade nas informações e melhorias dos resultados alcançados nas auditorias internas e externas. “Qualidade não é só ter certificado, é o que entregamos para os clientes. Com o Mobuss Construção conseguimos olhar a obra como um todo e enxergar a realidade do canteiro. Monitoramos tudo mais de perto, levamos os dados coletados para reuniões gerenciais e conseguimos visualizar de uma maneira simples e dinâmica. Além disso, a diretoria está muito satisfeita com os dados apresentados”, conta Simone.

Após a implantação, a companhia já realizou a segunda auditoria interna e os indicadores de conformidade estão entre 93% e 95%. Simone explica que hoje há confiabilidade nas informações presentes. Afinal, como os formulários são preenchidos em tablets não há o risco de perder anotações.

Fonte:Notícias Do Trecho

Voltar ao Topo