Economia

Confiança da indústria brasileira em fevereiro cai pelo segundo mês

A confiança da indústria brasileira caiu em fevereiro pelo segundo mês consecutivo, mostrou pesquisa nesta segunda-feira, mais uma prova de que a economia está perdendo fôlego e pode até contrair no primeiro trimestre.

O índice nacional de confiança da indústria da Fundação Getúlio Vargas em fevereiro caiu 3,1 pontos para 108,1 com ajuste sazonal, ante 111,3 em janeiro, de acordo com uma leitura preliminar.

Esse é o nível mais baixo desde setembro, mas ainda é alto para os padrões históricos. Dezembro foi o maior nível de confiança em mais de uma década.

Mas a segunda onda da pandemia COVID-19, e dois meses desde o fim do programa de transferência emergencial de dinheiro do governo, durante o qual milhões de pessoas viram suas rendas entrarem em colapso, colocaram a economia sob enorme pressão.

“A queda da confiança da indústria é impulsionada pela queda na satisfação com as condições atuais, mas principalmente pela piora das expectativas em relação aos próximos meses”, afirmou a FGV em nota à imprensa.

O índice de condições atuais caiu 0,9 pontos para 115,4, enquanto o índice de expectativas caiu 5,3 pontos para 101,0.

A utilização da capacidade instalada caiu 0,8 ponto percentual, para 79,1%, a menor desde setembro, acrescentou. Os 79,9% de janeiro foram os mais altos em mais de seis anos.

Voltar ao Topo