Concursos

Concurso INSS poderá acontecer após término de contrato temporário dos aposentados e militares inativos

O concurso público para o INSS atrai milhares de pessoas de todo o Brasil. Nos últimos anos, houve significativa redução de pessoal no Instituto, totalizando mais de 22 mil vacâncias.

Em 30 de abril deste ano, foi lançado edital para contratação de mais de 8,2 mil profissionais temporários, mas houve críticas de sindicatos que defendem a realização concurso público.

Pouco mais de 2,9 mil vagas foram preenchidas, uma vez que a medida provisória que viabilizava essa contratação venceu no fim de junho. Dessa forma, em 2022, há previsão de que um certame seja realizado.

Com a pandemia, diversas agências presenciais suspenderam o atendimento na unidade física e atualmente o órgão possui mais de 1,5 milhão de pendências em processos, mesmo que o atendimento tenha continuado de forma virtual.

Solicitação de concurso

Em 2019 foi registrado o último pedido de concurso para o INSS. A solicitação foi de preenchimento de mais de 7,8 mil vagas para analista, técnico e perito médico. As últimas movimentações relacionadas ao pedido ocorreram em janeiro deste ano.

As vagas foram solicitadas nos seguintes quantitativos:

 

  • Técnico do INSS – 3.984 vagas
  • Perito Médico INSS – 2.212 vagas
  • Analista do INSS – 1.692 vagas

 

O Ministério da Economia considerou o processo seletivo inviável, devido à crise econômica e fiscal por que passa o país. Porém, a assessoria de imprensa do órgão informou sobre a possibilidade de novo concurso em 2022, quando será encerrado o contrato temporário realizado este ano.

 Cargos e remuneração

  1. Técnico

A remuneração para técnico do INSS é de R$ 5.344,87 e é necessário ter nível médio concluído. Entre as atribuições do cargo estão a de realizar atividades de planejamento, organizar e executar competências legais da autarquia, realizar pesquisas e levantamentos, elaborar relatórios, entre outras.

  1. Analista

 

Já para analista, a remuneração é de  R$ 7.954,09, com exigência de formação superior. Algumas das atribuições são atender e acompanhar demandas de usuários nas agências, executar planos e programas, homologar programas, fazer avaliação social para concessão de direitos, realizar estudos sociais e socioeconômicos, entre outras.

 

  1. Médico perito

 

Para médico perito do INSS, a remuneração é de  R$ 10.616,14. A exigência é de curso de graduação em medicina e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). As atribuições incluem emitir parecer sobre a capacidade laboral de segurados, inspecionar o local de trabalho, avaliar invalidez para concessão de benefícios, entre outras.

 

 

 

Voltar ao Topo