Petróleo

Complexo impulsiona movimentação de cargas no Porto

Em março, o Porto de Santos registrou pelo terceiro mês consecutivo recorde na movimentação de cargas. Foram 8,5 milhões de toneladas escoadas pelo porto. O resultado foi impactado pela comercialização do complexo de soja (grãos e farelos), que representou metade do que foi movimentado pelo porto, com 4,29 milhões de toneladas embarcadas. As informações são da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

A movimentação de cargas agropecuárias é destaque no porto. As exportações de soja registraram crescimento de 45,2% em março. Em segundo lugar ficou o açúcar, com 1,33 milhão de toneladas, recuo de 5% em relação a março de 2015. O terceiro produto mais embarcado foi a celulose, com 239,8 mil toneladas, queda de 20,1% em relação a março de 2015.

Nas importações, o produto com maior participação foi o adubo, com 204,7 mil toneladas movimentadas, um crescimento de 33% em relação a março do ano passado.

Portos
Em relação aos números do primeiro trimestre de 2016, houve crescimento de 5,3% na movimentação de cargas em relação ao mesmo período de 2015.
Ainda nos três primeiros meses do ano, as exportações chegaram a 20,77 milhões de toneladas, um crescimento de 14,3% em relação a 2015. O complexo soja, com um crescimento de 32,1%, foi o produto mais exportado, seguido de açúcar e milho.

No mesmo período, as importações chegaram a 6,99 milhões de toneladas, queda de 14,8%. O produto com maior movimentação no 1º trimestre de 2016 foi o adubo, com 553,1 mil toneladas e crescimento de 52,8%. Em 2º ficou o enxofre, com 325,7 mil t, recuo de 33,4% em relação ao 1º trimestre de 2015.
Voltar ao Topo