Empregos

Comperj faz demissões em massa

Nesta terça-feira (16), no Comperj muitos funcionários foram surpreendidos ao chegar na empresa com o anúncio de demissão em massa.

O Comperj estava sendo construído para ser uma refinaria em parceria entre a Petrobras e a CNPC, mas os chineses acabaram decidindo que o projeto não seria economicamente viável.

A Petrobras também anunciou que iria desistir   da refinaria, mantendo apenas a UPGN para tratar o gás do pré-sal.

Não há uma destinação definitiva para o  empreendimento, mas tudo indica que pode se transformar em uma termoelétrica.

Voltar ao Topo