Economia

Coca-Cola e Heineken fecham acordo sobre distribuição no Brasil

A engarrafadora mexicana de Coca Coca-Cola Femsa disse na quarta-feira que havia chegado a um acordo com a Heineken NV sobre distribuição no Brasil, uma medida que elimina um obstáculo legal significativo para a expansão da cervejaria holandesa no sul Nação americana.

O acordo está previsto para ser implementado em meados de 2021, acrescentou a empresa em um comunicado, e vai durar até 2026.

A Heineken se expandiu significativamente no Brasil nos últimos anos, onde está competindo ferozmente com a gigante nacional Ambev SA.

Uma disputa arbitral com a Femsa provou ser uma questão persistente, no entanto. A Heineken há anos deseja rescindir seu contrato de distribuição com a Femsa para construir uma rede de distribuição que adquiriu da Kirin Holdings Co Ltd em 2017.

“O redesenho do acordo de distribuição entre o sistema Coca-Cola e a Heineken no Brasil é um marco importante”, disse John Santa Maria Otazua, diretor-presidente da Coca-Cola Femsa.

De acordo com os termos do acordo, a Heineken começará a distribuir suas marcas de cerveja de mesmo nome Heineken e Amstel por meio de seus canais de distribuição internos, enquanto a rede Femsa continuará distribuindo as marcas Kaiser, Bavaria e Sol.

Os termos financeiros do negócio não foram revelados. 

Voltar ao Topo