Offshore

Chevron vende 37% do campo Papa-Terra, em Campos

Chevron

A Chevron fechou um acordo com a Caxes Energy e a Shibah Energy, ambas subsidiárias da canadense MTI Energy, para vender sua participação de 37,5% no campo Papa-Terra do Brasil, disse um porta-voz da petrolífera americana à BNamericas. 

Localizado em águas profundas da bacia de Campos, o campo é operado pela petroleira federal Petrobras, que recentemente fechou contrato com a 3R Petroleum para vender sua participação de 62,5% no projeto. 

De acordo com os últimos dados do regulador ANP, Papa-Terra produziu 14.308b / d de óleo e 71.740m3 / d de gás natural em maio. 

Este é o segundo desinvestimento realizado pela Chevron na costa do Brasil nos últimos anos. Em 2019, a petroleira vendeu sua participação operacional no campo de Frade para a PetroRio. 

Com a venda de sua participação na Papa-Terra, a Chevron encerrará – pelo menos temporariamente – a produção de petróleo e gás no Brasil. 

“A Chevron continua comprometida em aumentar sua presença no Brasil por meio dos 11 blocos do pré-sal adquiridos nas rodadas de licitações de 2018 e 2019 nas bacias de Campos e Santos. Os recursos do pré-sal de classe mundial do Brasil continuam a desempenhar um papel importante na estratégia global de exploração e produção da empresa ”, disse o porta-voz. 

No Brasil, a Chevron opera os blocos exploratórios SM-764 e SM-766 na bacia de Santos e CM-845 em Campos.

Também detém participações nos blocos CM-823, CM-821, CM-791, CM-825, CM-713 e CM-659 em Campos, e Três Marias e Saturno em Santos.

Voltar ao Topo