Óleo e Gás

Chevron vai comprar negócio global de óleo de base da Neste

chevron

A Chevron concordou em comprar o negócio de óleos de base Nexbase Group III da refinaria finlandesa, adicionando óleos de base Grupo III e Grupo III + aprovados pelo fabricante de equipamento original (OEM) ao seu portfólio existente do Grupo II.

O negócio inclui aprovações de produção, marca e formulação, operações de marketing e distribuição e uma aquisição de longo prazo para a produção do Grupo III da unidade de óleos básicos com capacidade nominal de 250.000 t / ano na refinaria de Porvoo de 197.000 b / d da Neste, na Finlândia.

Mas a disponibilidade do óleo básico Nexbase pode ser afetada pela saída da Neste de sua joint venture com a produtora do Grupo III, baseada no Bahrein, a Bapco, que faz parte do acordo. O momento disso não é claro. A Neste tem 180.000 t / ano de sua participação de 45pc na unidade de óleos básicos de 400.000 t / ano na refinaria Sitra de 262.000 b / d no Bahrein.

Nenhuma das empresas deu qualquer informação financeira sobre o negócio, mas espera que seja fechado em quatro a seis meses, dependendo das aprovações regulatórias antitruste e outras condições de fechamento.

As sinergias entre os dois produtores globais de óleos básicos existiam antes da aquisição. Mais recentemente, a Neste lançou um novo grau 4cst + do Grupo III , uma mistura de seu Grupo III e moléculas renováveis ​​da Novvi, sediada nos Estados Unidos, uma joint venture da Chevron, Cosan, Amyris, American Refining Group e H&R USA.

Antes disso, a Neste havia reforçado seu fornecimento do Grupo III em meados de 2019 por meio de um acordo exclusivo com a Chevron de sua refinaria de 250.000 b / d Richmond nos EUA. Esses suprimentos também são vendidos como Nexbase aprovado pelo OEM.

A Chevron possui três fábricas de produção do Grupo II – duas nos Estados Unidos, em Richmond e Pascagoula, e uma joint venture com a GS Caltex em Yeosu, Coreia do Sul. A capacidade nominal global da Chevron Grupo II excede mais de 2,2 milhões de t / ano.

“Esta aquisição visa satisfazer as necessidades crescentes de nossos clientes de atender aos padrões cada vez mais rigorosos de lubrificantes, impulsionados pela evolução das especificações dos veículos, e mantém as posições de liderança em tecnologia de nossos investimentos anteriores em óleo de base”, disse o gerente geral de óleos de base da Chevron, Alicia Logan.

Voltar ao Topo