Energia

Chega ao Rio o mais importante evento de energia do hidrogênio do planeta

O Rio de Janeiro receberá, de 17 a 22 de junho, a 22ª Conferência Mundial de Energia do Hidrogênio (WHEC 2018). Esta é a primeira vez que evento mais relevante sobre o assunto será realizado no Brasil. Durante o encontro, serão discutidas as mais promissoras tecnologias sustentáveis do planeta. Cerca de 800 participantes, de 50 países, entre acadêmicos, pesquisadores e representantes de governos e indústrias mundiais vão mostrar os investimentos que as sociedades mais avançadas já estão fazendo rumo à transição energética sustentável.

A WHEC acontece desde 1976, a cada dois anos, sem interrupção. Esta edição, cujo tema será “Transformação de biomassas e de energia elétrica em hidrogênio”, será presidida pelo coordenador do Laboratório de Hidrogênio (LabH2) da Coppe/UFRJ e presidente da Associação Brasileira de Hidrogênio (ABH2), professor Paulo Emílio de Miranda. Para Miranda, o consumo de hidrogênio pela sociedade vai aumentar exponencialmente.

“O hidrogênio já é utilizado em larga escala, hoje, em indústrias como a química, a metal-mecânica, a alimentícia, a de petróleo. Entretanto, a produção e o consumo de hidrogênio vão aumentar exponencialmente por causa do uso energético que se fará dele”, adianta Miranda, lembrando que o LabH2, coordenado por ele, já lançou a terceira geração do protótipo do ônibus movido a hidrogênio, que está pronto para ser adotado pelo mercado.

A WHEC acontece 26 anos depois de o Rio de Janeiro sediar a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92) em que foram discutidos desenvolvimento sustentável e diretrizes para o século XXI. Durante o evento, além das apresentações dos palestrantes, sempre na parte da manhã, serão realizados eventos também no turno da tarde como oficinas, encontros técnicos e comerciais, workshops e eventos paralelos, como o Simpósio Mundial de Bioenergia (WBS), na segunda-feira, dia 18, e na terça-feira, dia 19.

Paralelamente ao evento, será realizada a Feira Tecnológica, com estandes de expositores e patrocinadores, em que os participantes terão oportunidade de conhecer algumas das tecnologias discutidas durante o congresso de forma prática.

WHEC no Brasil

O Brasil tem lugar de destaque no uso de energias renováveis, com mais de 43% da sua matriz energética, enquanto a média mundial é de 13,5%. Isso graças à energia elétrica proveniente majoritariamente de fonte hidráulica, ao crescente uso de outras alternativas renováveis, tais como as energias eólica e solar, e ainda pelo uso de derivados da cana de açúcar em larga escala.

A conferência é uma oportunidade para as comunidades internacionais e brasileiras fortalecerem seus esforços em prol da sustentabilidade. A disseminação do conhecimento sobre a energia do hidrogênio fomentará o interesse por novas atividades científicas e tecnológicas. Além disso, o tamanho e as características da indústria brasileira e seus mercados oferecem excelentes oportunidades para parcerias globais que podem apoiar a introdução de novas tecnologias em escala comercial.

Voltar ao Topo