Energia

CE Engenharia vai iniciar atuação no Rio de Janeiro e mira expansão para outros segmentos

Em busca de novas oportunidades fora do seu estado de origem, o Espírito Santo, a CE Engenharia está com planos de também atuar em projetos no Rio de Janeiro. Segundo o diretor da companhia, Rafaele Ce, a empresa já conquistou licitações no Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobrás (Cenpes), na área administrativa da Petrobrás, na BR Distribuidora e no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e pretende começar sua atuação no Rio ainda em 2016. A empresa tem o foco para o segmento de construção civil, mas também tem a meta de aumentar seu escopo de ação para outros segmentos. “Nós estamos buscando ampliar nossa atuação para o setor de mecânica e também para a área de construção de gasodutos junto à BR Espírito Santo e outras operadoras de gás dos demais estados”, afirmou o executivo.

Como a empresa tem atuado no setor de óleo e gás?

Nós temos um foco de atuação direcionado para o setor de construção civil. Seguindo essa linha, nós temos o segmento de manutenção civil, com foco na área industrial da Petrobrás, seja ela administrativa ou industrial.

Em quais projetos a empresa está envolvida?

Nós estamos buscando ampliar nossa atuação para o setor de mecânica e também para a área de construção de gasodutos junto à BR Espírito Santo e outras operadoras de gás dos demais estados.

Esse plano de expansão já está em curso?

Nós já estamos com um contato bastante consistente com a BR Distribuidora, que é a principal construtora de gasodutos no estado do Espírito Santo. Estamos prospectando novos contratos de expansão de rede e atendimento ao cliente e também participamos de licitações. Ainda não conseguimos vencer, mas estamos constantemente sendo chamados pela BR Distribuidora.

Como a companhia planeja aumentar sua atuação para fora do Espírito Santo?

Nós já estamos expandindo o mercado, queremos ampliar a atuação. Nós já estamos bem introduzidos no Espírito Santo. Mas como a Petrobrás, a Transpetro e a BR Distribuidora são muito atuantes no Rio de Janeiro, estamos procurando ampliar nosso escopo de fornecimento para o território fluminense.

E em que fase está este planejamento de expansão geográfica?

Nós já conquistamos algumas licitações no Cenpes, na área administrativa da Petrobrás, na BR Distribuidora e no Comperj. A nossa expectativa é começar nossa atuação de forma definitiva ainda este ano no Rio.

A crise afetou de que forma os negócios da companhia?

A crise não nos afetou. Nós conseguimos até crescer nesse período dentro da expectativa que estávamos desenhando. Focamos mais na parte de manutenção onde a Petrobrás e as empresas relacionadas não podem parar – a de produção. Realmente, novos empreendimentos não surgiram, mas conseguimos manter o nível de faturamento e até subir um pouco graças à manutenção.

Voltar ao Topo