Energia

CCEE informa que a geração de energia eólica é liderada pelo o Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte está em primeiro lugar no ranking dos estados com maior capacidade instalada de usinas eólicas em operação comercial do Brasil, antígenos um novo recorde com 4.358,38 MW.

Os dados foram divulgados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), e são referentes ao mês de abril deste ano.

Os cinco primeiros estados da lista que mais concentram capacidade de geração de energia por meio da força dos ventos foram Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul e Piauí.

Os estados do Sul e Nordeste tem predominância na geração de energia eólica.

As eólicas tiveram uma geração de energia em abril de 4.220 MW médios, ou seja  17% de aumento em relação ao mesmo mês no ano anterior.

Os números comprovam o aumento da fonte, mesmo com a queda de 11,8% no total de energia gerada no Sistema Interligado Nacional (SIN).

Em abril, o consumo de energia teve queda de  11,9% na comparação com 2019, de 65.186 MW médios para 57.442 MW médios.

O mercado regulado apresentou queda de 11,3%, para 40.473 MW médios, enquanto o mercado livre viu a demanda recuar 13,2%, para 16.970 MW médios, causado pela migração de consumidores e pelas medidas de isolamento para combate do Covid-19.

Voltar ao Topo