Benefícios

1,4 mil casos de auxílio emergencial negado serão analisados

auxilio emergencial

Beneficiários que tiveram o auxílio emergencial negado em 2020 pode ter a decisão reavaliada. Segundo uma reportagem do Extra,1.698 pessoas, que atendiam os critérios estabelecidos pelo Ministério da Cidadania, ficaram de fora do auxílio no ano passado. Desse quantitativo, cerca de 1.400 receberão a justificativa da pasta nos próximos dias.

Esses cidadãos ainda aguardam a liberação do auxílio emergencial de 2020. Para piorar a situação, boa parte não conseguiu receber a nova rodada de pagamentos. Diante disso, a Rede Brasileira de Renda Básica (RBRB) está defendendo os direitos desse público.

Auxílio emergencial negado será analisado

De acordo com a RBRB, por meio da campanha “Renda básica que queremos”, o Ministério da Cidadania afirmou que os casos serão analisados. A campanha visa o pagamento do auxílio emergencial até o fim da pandemia de Covid-19.

A pasta confirmou o recebimento dos 1.698 cadastros de brasileiros que não receberam o auxílio emergencial. De acordo com o Ministério, após checagem foram retirados os CPFs duplicados e restaram 1.422.

Esses agora, segundo o Ministério, estão em processamento e deve ter o resultado divulgado nos próximos dias. Porém, não foi definida uma data específica para o resultado ser anunciado e disponibilizado apara acesso.

A consulta poderá ser feita na mesma plataforma que os demais beneficiários usaram para saber sobre a aprovação para o recebimento. Sendo assim, esses deverão acessar o site da Dataprev ou do Ministério da Cidadania.

Voltar ao Topo